coluna

Comunicado: a perda nossa de cada dia

roberto-maciel

Comunicado

ROBERTO MACIEL - roberto.maciel@diariodonordeste.com.br • Coluna da editoria Cidade

01:00 · 24.08.2018

De cada 100 litros de água coletados e tratados no Brasil, em média só 63 são consumidos. Gota a gota, isso significa que 37% da água se perde - por vazamentos, roubo e ligações clandestinas, falta de medição ou medições incorretas. Sem contar os desperdícios comuns, como a água de lavagem de carros e de calçadas, isso dá prejuízo superior a R$ 8 bilhões anuais, conforme a ONG Trata Brasil. Num cenário de seca, como o do Ceará e, de resto, do semiárido, isso tem peso de tragédia. Pois bem: tramita no Senado projeto que obriga o poder público a adotar campanhas educativas periódicas para estimular o uso racional da água pela população.

Image-1-Artigo-2440998-1

O tempo se esvai

E há uma curiosidade política na articulação dos senadores. Está no tempo. É que desde 2015 circulam nos bastidores da Casa informações sobre o desperdício da água tratada. Por conta disso, deve-se notar que não é só água que vai pelo ralo do Senado.

Omissos

A Comissão do Meio Ambiente do Senado não tem cearenses - apesar da influência que a discussão de temas possa ter em ações públicas contra os efeitos da seca. Dos 34 titulares e suplentes do colegiado, só quatro são do Nordeste. Ou seja, estamos mal. Muito mal.

Vamos levar essa discussão para os deputados que, apesar de não legislarem sobre o assunto, são líderes políticos que tem responsabilidade com Fortaleza"

Image-0-Artigo-2440998-1

Vereador Márcio Martins (PR)
Anunciando uma medida política e administrativamente inócua: debater na Assembleia temas cabíveis à Câmara de Fortaleza.

20 carros elétricos

Integram a frota do sistema de Veículos Alternativos para Mobilidade (Vamo), implantado em Fortaleza. O "Vamo" está fazendo até o próximo dia 31 cadastramento de usuários no campus da Unifor.

12 estações

Com pontos de carregamento das baterias dos veículos são disponibilizados na cidade, além de outros seis locais onde os veículos podem ser devolvidos pelo usuário sem que sejam necessário recarregá-los.

Quem é de bem, vai

Começam em setembro as fervilhações culturais da edição 2018 do projeto Corredor Cultural do Benfica. A ação se estende até dezembro e prevê uma agenda com feira de artesanato, atividades para crianças, praça de alimentação, espaços para esportes, oficinas, mostra audiovisual, exposições, prestação de serviços para os cidadãos e shows musicais. Tudo é de graça. E a palavra de ordem é reavivar a área.

Image-2-Artigo-2440998-1

Um gosto amargo de clone

Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará projeto que obriga estabelecimentos que vendem alimentos a acomodar, "em espaço único e específico", produtos destinados a pessoas com diabetes, intolerância a lactose e doença celíaca. Seria um modo de facilitar o acesso dos consumidores a itens especiais. O texto foi apresentado pela deputada Mirian Sobreira (PDT) e é clonadíssimo - igualzinho, portanto, a projetos que circulam ou circularam em outros casas parlamentares, como as de São Paulo e do Paraná. E, como sói acontecer, não dá pista sobre de onde foi tirado. Ruim de digerir, então.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.