ASTRONOMIA E ASTRONÁUTICA

Cearenses premiados em Olimpíada

02:10 · 26.11.2008
( )
O Estado do Ceará, por conta do desempenho dos estudantes Alfredo Santos Lima Verde Guilherme, 15, e João Victor Costa, 10, ambos alunos do Colégio Exodus, obteve medalhas de prata e bronze, respectivamente, na XI Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Alfredo Lima Verde tirou nota equivalente a 9,7, o que lhe rendeu o segundo lugar no nível 3 da competição. “A prova tinha dez questões e exigia conhecimentos de Física e Matemática, mas eu vinha me preparando há um tempo, fora que sempre gostei de estudar esses assuntos. No ano que vem, quero ganhar o ouro”, declarou.

Apesar de a Astronomia e Astronáutica não serem disciplinas curriculares, participaram da XI OBA 445 mil alunos, envolvendo 41.433 professores. O Ceará compareceu com 125 escolas, entre particulares e públicas. A olimpíada era dividida em quatro níveis : 1, de 1ª à 3ª série; 2, 4ª e 5ª séries; 3, de 5ª à 9ª série; 4, qualquer série do Ensino Médio. Realizada no mês de maio, a competição só teve seus resultados divulgados esta semana.

A OBA é realizada anualmente, sempre no mês de maio, e os participantes fazem as provas no estado em que residem. Destinada aos alunos de escolas públicas e particulares, a olimpíada também funciona como um veículo pedagógico de capacitação continuada de professores, além de verificação do aprendizado e estímulo ao estudo dos conteúdos astronômicos e astronáuticos pelos alunos dos ensinos Fundamental e Médio, prioritariamente das escolas públicas.

Para 2009, a organização do evento espera a participação de 700.000 alunos, distribuídos por cerca de 7.000 escolas de todos os estados do País. Como os professores de cada escola participante são os responsáveis pelo evento em cada instituição, a organização prevê a participação, em 2009, de 70.000 professores (cerca de 10% do total de alunos).

Em função do maior aporte de recursos para a organização da XII OBA, e tendo em vista a grande evidência que a Astronomia terá em 2009, devido ter sido escolhido como o Ano Internacional da Astronomia pela ONU, esperam aumentar o número de participantes da OBA para os patamares acima apresentados.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.