PRÊMIO INTERNACIONAL

Cearense quebra segurança da Google

10:26 · 07.01.2011
( )
O pesquisador recebeu prêmio por verificar falhas nos serviços da maior empresa de busca do mundo

Não foi preciso mais do que duas horas para que o cearense Pablo Ximenes, 32, residente no bairro do Meireles em Fortaleza, verificasse falhas no quase perfeito sistema da Google. Ele estava fazendo uma pesquisa para o mestrado quando percebeu os erros e conseguiu quebrar a segurança de um dos serviços da corporação.

Depois de entrar em contato com a Google e convencê-la de que as falhas são verdadeiras, o pesquisador cearense em segurança da informação foi recompensado com U$S 500,00, pouco mais de R$ 1 mil. Isso porque a Google tem um programa chamado "Web Vulnerability Rewards", que premia pesquisadores que detectam falhas de segurança e falam para a empresa em primeira mão.

De acordo com Pablo, os erros encontrados não podem ser divulgados até que a Google os corrija. "O prêmio é o reconhecimento que a empresa dá aos analistas, sem falar na importância disso para o currículo".

O valor do dinheiro, dependendo da falha notificada, pode chegar até U$S 3 mil. Não é a primeira vez que Pablo consegue quebrar a segurança da Google. Em 2008, ele e seus colegas que fazem parte do "Information Security Research Team" (Insert), grupo de pesquisadores da Universidade Estadual do Ceará (Uece), encontraram falhas na função de reenvio de mensagens do G-mail. O grupo conseguiu reencaminhar, para várias pessoas, grandes quantidades de mensagens, os conhecidos "spams", sem que os e-mails fossem barrados pelos filtros de segurança da Google.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.