Projeto

Bicicletar deverá ser expandido na Capital

Após atingir o marco de 2 milhões de viagens, o sistema de bicicletas compartilhadas pode chegar a outros bairros

01:00 · 09.06.2018
Image-0-Artigo-2411847-1
O total de 2.003.309 viagens, realizadas pelo Bicicletar desde dezembro de 2014, se traduz em um dado positivo para o meio ambiente ( Foto: Thiago Gadelha )

Dentre os projetos de mobilidade urbana já estabelecidos e em desenvolvimento na Capital, surge uma nova proposta: a criação de um fundo que utilizará o dinheiro arrecadado com o sistema de estacionamento da Zona Azul para financiar a expansão do Bicicletar, levando estações de bicicletas compartilhadas até bairros que ainda não contam com o equipamento.

O projeto encontra-se na Câmara Municipal, segundo o prefeito Roberto Cláudio. “A expectativa é de que o fundo seja aprovado no mês de junho, sancionado de imediato e já tenha recursos esse ano. Existem locais em que é mais difícil conseguir patrocinadores para as estações. Nesses casos, o dinheiro do fundo vai permitir que a gente faça com recursos públicos, levando as bicicletas compartilhadas para locais como o Bom Jardim, o Siqueira, o Canindezinho”, diz.

Ainda segundo Roberto Cláudio, outra parte do montante será destinada à ampliação e melhoria da estrutura cicloviária de Fortaleza, na perspectiva de tornar a cidade “um exemplo a ser seguido em relação ao uso desses equipamentos”. A proposta foi apresentada pelo prefeito durante o evento que aconteceu na sexta-feira (8), em comemoração ao marco de 2 milhões de viagens registradas pelo Bicicletar. Na ocasião, foram premiados o usuário que realizou a viagem de número 2.000.000, e o usuário e a usuária que mais utilizaram o sistema até então. Cada um recebeu uma bicicleta.

Passe

Com o objetivo de incentivar a população a continuar ou começar a se locomover com bicicletas, desde ontem (8) até a próxima sexta-feira (15), usuários do sistema Bicicletar poderão solicitar um passe semanal de utilização no valor de 1 real, o que representa uma redução de 80% no preço regular do passe diário. Interessados devem acessar o site através do endereço www.bicicletar.com.br ou pelo aplicativo para celular.

“A ideia é que a pessoa que não utiliza o Bilhete Único possa, por R$ 1, experimentar o sistema por uma semana de forma ilimitada, desde que cada uso seja por uma hora. É um gesto simbólico para convidar as pessoas a utilizarem as bicicletas”, explica o secretário-executivo da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Sabóia.

Meio ambiente

O total de 2.003.309 viagens realizadas pelo Bicicletar desde dezembro de 2014 se traduz em um dado positivo para o meio ambiente: 724 toneladas de gás carbônico deixaram de ser emitidas na atmosfera, uma vez que essa seria a quantidade produzida caso as mesmas viagens tivessem sido percorridas por carros.

Para o prefeito, a cidade vem passando por uma mudança saudável de comportamento. “A bicicleta, que sempre foi um meio de transporte para alguns, passou a ser cada vez menos usada por falta de segurança e devido à alternativas mais baratas. Aprendendo com outras grandes cidades do mundo, a gente passou a construir uma política pública que pudesse valorizar esse equipamento como meio de transporte. Essa conquista é importante, mas é preciso lembrar que temos muito que avançar”, afirma o chefe do Executivo Municipal.

Aos 34 anos, o usuário que completou a viagem de número 2 milhões, Adriano Rodrigues, teve dificuldade em acreditar que seria premiado, apesar de ter começado a usufruir do Bicicletar em 2015. “Eu uso a bicicleta quase todos os dias, até emagreci desde que comecei a usar. O meio ambiente agradece, e a saúde também”, afirma. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.