operação

AMC remove carros abandonados das ruas de Fortaleza

01:00 · 17.04.2018

Pelo menos 70 veículos abandonados começaram a ser removidos das ruas de Fortaleza, ontem (16), pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC). O procedimento faz parte da nova operação do órgão, que pretende desobstruir vias da Capital a partir da retirada de carros que estejam estacionados há mais de cinco dias em logradouros públicos e que apresentem sinais de negligência. Segundo a AMC, a ação será contínua e deve abranger todos os bairros da Cidade.

Nesta segunda-feira, primeiro dia da operação, dois veículos abandonados no bairro Dias Macedo foram removidos e encaminhados ao depósito do órgão, onde poderão ser resgatados pelos proprietários em até 60 dias. Conforme o assessor técnico da AMC André Luís Barcelos, os donos dos automóveis haviam sido previamente notificados, mas não promoveram a retirada dos carros das vias no prazo determinado de cinco dias.

Ao todo, 70 pessoas foram notificadas nesta primeira fase da ação. O procedimento tem por base a Lei Municipal nº 10.677/2018, que disciplina a remoção de veículos abandonados nas vias da Capital. De acordo com a legislação, publicada no Diário Oficial do Município no último dia 6 de março, os carros poderão ser removidos quando permanecerem estacionados em logradouros públicos, no mesmo lugar, por mais de 5 dias, e estiverem sem placas de identificação ou em mau estado de conservação. Decomposição da carroceria, avarias nas portas e vidros quebrados são alguns sinais de abandono.

Segundo Barcelos, bairros como Dias Macedo e Montese foram algumas das regiões com maior número de registros. A identificação dos veículos é feita a partir de denúncias da população. Desde que a Lei foi publicada, cerca de 250 denúncias foram encaminhadas à AMC.

Vistoria

"Quando o cidadão faz a denúncia, uma equipe vai ao local fazer a vistoria, que identifica se o veículo está realmente abandonado. Se isso for constatado, identificamos quem é o proprietário e mandamos a notificação. A partir do recebimento da notificação, ele tem até cinco dias para retirar o veículo do depósito", explica o assessor.

Para reaver o automóvel, o proprietário deve pagar as taxas referentes à remoção e, em certos casos, regularizar a situação do veículo. Barcelos afirma que, em geral, carros abandonados em vias possuem multas acumuladas, o que faz com que muitos proprietários não tenham interesse em resgatá-los após a retirada. Caso os donos não demonstrem interesse em um prazo de até 60 dias, os veículos serão levados a leilão.

"A remoção desses veículos é uma medida de segurança viária, mobilidade e, principalmente, saúde pública. Um dos automóveis removidos hoje estava cheia de água, o que acaba contribuindo na proliferação de vetores de doenças. Além disso, muitos desses veículos são sendo utilizados como local de consumo de drogas", acrescenta Barcelos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.