biEnal do livro

Alunos de escola pública visitam estande do Diário

00:00 · 21.04.2017
Montagem
Crianças da Escola Municipal Irmã Dulce, de Maracanaú, participaram de programação especial do projeto "Jornal na sala de Aula" ( Fotos: Helene Santos )

Educar é informar, educar é comunicar, educar é ensinar. Sabendo disso, o jornal Diário do Nordeste se aliou à escola na missão de estimular a aquisição de conhecimento de crianças e jovens de escolas de todo o Estado por meio do projeto Jornal na Sala de Aula, um programa que atende a instituições de ensino há 20 anos. Atualmente, escolas de 11 municípios cearenses fazem parte do projeto que contabiliza 60 cidades contempladas.

Ontem, em mais uma atividade do projeto, cerca de 50 alunos da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Irmã Dulce, de Maracanaú, tiveram a oportunidade de participar de uma aula diferente daquelas que são acostumadas.

Na ocasião, elas foram ao estande do Diário do Nordeste na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará onde tiveram contato com uma programação feita especialmente para elas, a exemplo da ação "Meu primeiro jornalzinho", um jornal com temáticas infantis contendo brincadeiras que estimulam o processo de aprendizagem.

A professora Edirene Mourão, da Escola Irmã Dulce, considera a ação uma ferramenta importante além do processo didático do ensino "As crianças da escola estão inseridas em uma comunidade onde são frequentes ações de violência, além da pobreza ser uma realidade comum a todas. Hoje elas estão sendo protagonistas através do projeto Jornal na Sala de Aula, é uma felicidade imensa", ressaltou. No estande, as crianças expuseram cordéis preparados por elas por meio da atividade escolar "Cordel Com a Corda Toda".

Para o coordenador do projeto Jornal na Sala de Aula, Clayton Queiroz, "as ações têm a missão de propagar bons valores para que os alunos possam praticar na sociedade essas boas ações. Não é apenas uma questão de letramento, mais de uma leitura de vida também".

Estande do Diário

A programação no estande do Diário do Nordeste na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará continua até domingo. As ações voltadas para criança se iniciam às 9h com a distribuição do "Meu primeiro jornalzinho" e a Cartilha de Segurança da Nacional Gás Butano. À noite, acontecem contação de história e apresentação teatral. Há, ainda, programação para os demais públicos com lançamento e relançamento de obras de escritores cearenses. Hoje, às 17h, Dauana Vale apresentará o livro "O Tempo Inhamuns"; já às 18h, será a vez de Angélica Sampaio expor livros infanto-juvenis. Amanhã, às 17h, o músico Rogério Soares apresenta o livro "ANK A Chave da Vida" e Nádya Gurgel falará sobre o romance "Um Novo Amanhã", às 18h. O estande do Diário tem apoio da Nacional Gás.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.