Reforço

Ações contra Aedes aegypti concluídas em 12 bairros

01:00 · 13.10.2017
Image-0-Artigo-2309560-1
Segundo especialistas, a cada 10 focos encontrados do mosquito Aedes aegypti, oito estão nos domicílios ( FOTO: NAH JEREISSATI )

Doze bairros da Capital devem finalizar o reforço do combate ao Aedes aegypti nesta sexta-feira (13). As ações tiveram início no dia 10 deste mês. A Secretaria Municipal da Saúde, por meio dos Agentes de Combate as Endemias (ACE) e do Núcleo de Educação em Saúde e Mobilização Social (Nesms), realizou ações como visitas domiciliares, distribuição de panfletos, palestras educativas em escolas e associações de moradores, além da "Operação Quintal Limpo" e formação de brigadas. Apesar da conclusão do reforço, as ações devem seguir até o fim do ano.

As atividades ocorreram nos bairros Aeroporto, Pirambu, Jacarecanga, Vicente Pinzón, Bonsucesso, Dendê, Parangaba, Siqueira, Parque São José, Barroso, Messejana, Palmeiras e Centro. Durante toda esta semana, a Operação Quintal Limpo será realizada, especificamente, no bairro Pirambu. A partir das 8h, os agentes percorrem as ruas do bairro orientando a população sobre os cuidados contra os possíveis focos do mosquito e vistoriando os domicílios.

Nos demais bairros, acontece ainda a distribuição de sacos de lixo, afixação de cartazes em estabelecimentos comerciais e o recolhimento de materiais que podem acumular água. Haverá também a implantação de "Brigadas" na Companhia de Comando da 10º Região Militar de Fortaleza e no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

O coordenador de Vigilância em Saúde, Nélio Morais, avalia que é necessário conscientizar a população para os cuidados ao vetor. "As nossas ações têm o objetivo de conscientizar a população para os cuidados com o mosquito. Precisamos redobrar a atenção evitando que recipientes possam se tornar possíveis criadouros. A cada 10 focos encontrados, oito estão nos domicílios. O ciclo reprodutivo do vetor, após o primeiro contato com a água, dura cerca de 15 dias", declara o gestor.

Medidas

As atividades compõem o "Plano de sustentabilidade para o controle do Aedes", que define uma série de ações estratégicas e preventivas que estão sendo implementadas em 30 bairros da capital, desde setembro, antecipando-se a estação chuvosa de 2018. O plano é desenvolvido pela SMS com a parceria de diversas áreas intersetoriais, a exemplo da Secretaria de Educação, que envolve escolas da rede municipal no combate.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.