Beleza

Ação promove autoestima de mulheres com câncer

01:00 · 09.08.2018
beleza
Mulheres mastectomizadas tiveram a oportunidade de conhecerem sobre autoestima, uso de turbantes e serem cuidadas por maquiadores ( FOTO: JL ROSA )

O espaço pequeno e aconchegante da Associação de Mulheres Mastectomizadas - Toque de Vida ficou pequeno para tanta alegria na tarde de ontem (8), com a campanha "Descubra a sua Beleza", promovida por uma empresa de cosméticos. Na ocasião, cerca de 15 mulheres mastectomizadas tiveram a oportunidade de conhecerem sobre autoestima, uso de turbantes e serem cuidadas por maquiadores.

Mary Dias, mastectomizada há dez anos e presidente do Toque de Vida, conta que a campanha é de grande importância devido a baixo autoestima gerada com a descoberta do câncer de mama e todos o tratamento que o envolve, desde a quimioterapia até a mastectomia. "Quando elas chegam aqui, só pensam em morte. Aqui nós as acolhemos e oferecemos perucas e prótese de silicone. Após isso, é lindo, a primeira coisa que elas procuram é um batom. Tudo muda quando a autoestima é, de fato, estimulada", relata a presidente.

Para resgatar a autoestima perdida, uma das ações foi uma palestra dinâmica com a consultora Patrícia Cordeiro. "O objetivo foi mostrar que todo ciclo traz uma renovação, um propósito, mas a identidade da pessoa não deve se perder. Ela não pode se frustrar porque ela não é doente, ela está doente", reforça.

Cabelos

O turbante, que brilha na cabeça das mulheres, também foi tema da campanha. As participantes puderam aprender as várias maneiras de usar, entendendo que não precisa ter cabelos para se sentir bonita.

Ardielly Vasconcelos, técnica em segurança do trabalho, descobriu o câncer há um ano e revelou que apesar da tristeza por perder o cabelo devido a quimioterapia, foi essa perca que a fez ver beleza onde não via. "Eu não tinha autoestima antes, comecei a me maquiar e descobri que sou muito bonita. Existe outra beleza que não é o cabelo, quando você perde o cabelo percebe seus olhos, seu sorriso. Até sinto saudade da minha carequinha", conta Ardielly aos risos.

Quanto a mastectomia, a técnica conta que por descobrir a doença cedo, não perdeu os mamilos e fez a prótese de silicone. "No começo eu não ficava sem sutiã na frente do meu marido, fiquei muito insegura. Hoje não mais", afirma, confiante.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.