letras jurídicas

Academia empossa nova diretoria

01:00 · 29.06.2018
Image-0-Artigo-2420014-1
A nova diretoria assumiu a Academia Cearense de Letras Jurídicas, na noite dessa quinta-feira, em cerimônia realizada no Palácio da Luz ( FOTO: KLÉBER A. GONÇALVES )

Os luxuosos lustres do Palácio da Luz, no Centro de Fortaleza, iluminaram a posse da nova diretoria da Academia Cearense de Letras Jurídicas, nessa quinta-feira (28). A instituição agora é presidida por Valdetário Monteiro, com o auxílio de José Damasceno Sampaio e Ricardo Bacelar, que assumem os cargos de Primeiro e Segundo vice-presidentes, respectivamente.

A nova gestão conta com nomes já experientes à frente da Instituição, devido à troca entre Valdetário Monteiro e José Damasceno Sampaio, que invertem as posições de presidente e vice nesse novo mandato. A nova diretoria assume a presidência da Academia até 2020, e é composta pelos secretários Bleine Queiroz Caúla, Manoela Queiroz Bacelar e José Adriano Pinto; os tesoureiros Ademar Mendes Bezerra e Francilene Gomes de Brito; e o diretor Cultural Cid Saboia de Carvalho.

Valdetário Monteiro assume o cargo com a pretensão de levar à Academia as discussões do mundo jurídico moderno. "No momento que vivemos, há a necessidade de debater o País e aprofundar alguns temas. Eu creio que a Academia de Letras Jurídicas comece este novo momento com o desiderato de poder cumprir o aprofundamento do estudo jurídico e contribuir com o Brasil", considerou o presidente recém-empossado.

Ricardo Bacelar avalia a importância de assumir um cargo desse porte. "Eu acho que as academias fazem um papel importante em difundir a cultura jurídica. Por isso, é importante contribuir trazendo novas ideias e temas. A gente pretende movimentar a cena jurídica", revelou o novo vice-presidente.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.