SARAMPO E PÓLIO

1º dia de vacinação tem movimentação tranquila

01:00 · 07.08.2018 / atualizado às 14:01
vacinação
Todas as salas de imunização dos 110 postos da capital estão realizando a campanha de 7h30 às 18h30 ( Foto: Thiago Gadelha )

O primeiro dia de imunização da Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo teve uma movimentação tranquila, conforme informou a assessora técnica de imunização de Fortaleza, Renata Dias. Segundo ela, apesar de não ter sido feito nenhum balanço, foi perceptível que o aumento nos postos de saúde aumentou, porém não de forma extrema. 

A expectativa é de que ao decorrer da campanha e nos finais de semana a procura pela vacina aumente. “No final de semana os pais têm mais tempo, além de que segunda-feira as crianças estão em aula”, justificou Renata. No Posto de Saúde Paulo Marcelo, localizado no Centro de Fortaleza, a movimentação foi visivelmente maior, conforme informou a coordenadora do posto, Maria José de Carvalho. “Aqui a procura é grande e incessante, mesmo, mas hoje foi maior”, relata a coordenadora. Contudo, pela manhã, apenas 22 crianças foram vacinadas. 

Todas as salas de imunização dos 110 postos da capital estão realizando a campanha de 7h30 às 18h30. Aos finais de semana, somente o Posto de Saúde Paulo Marcelo e a Unidade de Saúde de Messejana estarão vacinando, de 8h às 16h30. 

Para Renata Dias, a movimentação maior deve ser nos postos de saúde perto de colégios, principalmente no horário a partir de 11h, que é quando as crianças saem da escola. O balanço de vacinados em toda a Fortaleza deve sair na próxima sexta-feira (11), conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Reforço

Para a pediatra Isa Xavier, a campanha veio com o intuito de reforçar a importância de combater essas doenças além de atualizar o calendário vacinal de quem está em atraso. “Essa campanha é feita com a estratégia de alcançar o máximo de calendários desatualizados. Todos podem se vacinar em qualquer época do ano, mas esse período foca nessa faixa etária de risco das crianças de um a cinco anos”, revelou a pediatra. 

Todas as crianças com idade entre 1 ano e 5 anos devem comparecer aos postos. Quem estiver com o esquema vacinal incompleto receberá as doses necessárias para atualização e quem estiver com o esquema vacinal completo receberá outro reforço. Atualmente, o alcance da vacina tríplice viral - que garante a imunização contra o sarampo - é de 100%, já que é uma vacina de rotina, conforme informou a assessora técnica de imunização do município. Obrigatoriamente, ao completar um ano, as crianças tomam essa vacina e ao completar quatro anos, a da poliomielite. A tríplice viral também protege contra a caxumba e a rubéola. É valido lembrar que é necessário um intervalo de 30 dias entre as imunizações de tríplice viral. 

Coryane Cardoso, estudante e mãe do Heitor e da Helena de dois e quatro anos, respectivamente, é consciente da importância das vacinas. No primeiro dia de imunização, já levou os pequenos para o posto de saúde. “Sempre trazemos o mais cedo possível para que eles estejam protegidos e imunes”, explicou. 

No Ceará, a previsão é vacinar, pelo menos, 95% do público-alvo. Em Fortaleza, a meta é, também, imunizar 95% das crianças.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.