literatura

Xico Sá em final de prêmio

00:00 · 13.10.2013
Já foram escolhidos os 20 livros e autores finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura, promovido pelo Governo do Estado de São Paulo para contemplar os melhores romances em língua portuguesa publicados em todo o País. São 10 escritores concorrendo ao prêmio de R$ 200 mil da categoria Melhor Livro do Ano, na qual concorre o cearense Xico Sá e seu "Big jato", e outros 10 na categoria Melhor Livro do Ano de Autor Estreante. Este ano, o Prêmio tem uma novidade para os estreantes: serão contemplados dois escritores, um com mais de quarenta anos e outro com até quarenta anos, cada um com valor de R$ 100 mil. Todos os livros finalistas foram publicados em 2012.

A mudança visa à ampliação o alcance do Prêmio, cujo objetivo é reconhecer e, principalmente, incentivar a criação literária em língua portuguesa. Criado em 2008 pela Secretaria de Estado da Cultura, o Prêmio São Paulo de Literatura é o que concede a maior premiação do País - R$ 400 mil no total.

Foram enviados 187 livros para inscrição, sendo que 168 obras de todo o País entraram na competição. Desses, são 80 de autores "veteranos", 38 de autores estreantes com até quarenta anos e 50 de estreantes com mais de quarenta. Todos são livros de ficção no gênero romance, escritos originalmente em língua portuguesa, com primeira edição mundial no Brasil e cuja comercialização da primeira edição tenha ocorrido no ano de 2012.

Os autores inscritos na categoria Melhor Livro do Ano podem ter publicado romances anteriormente. Já na categoria Melhor Livro do Ano - Autor Estreante, os escritores podem ter outras obras publicadas, desde que o livro inscrito seja o seu primeiro no gênero romance.

A ênfase no romance é uma característica do Prêmio São Paulo de Literatura desde sua criação, em 2008, inspirado no britânico Booker Prize. Atualmente, ele é executado em parceria com a organização social SP Leituras.

O anúncio do resultado final do Prêmio será feito no dia 25 de novembro, no auditório do Museu da Língua Portuguesa. Até a cerimônia, o público de todo o Estado terá a oportunidade de conhecer alguns dos finalistas, que serão convidados para participar debates promovidos pelo Prêmio tanto na Capital quanto no interior do Estado. Como nos anos anteriores, o júri inicial foi composto por 10 profissionais ligados à área do livro e da leitura, incluindo livreiros, editores, acadêmicos e críticos. Os jurados foram: Ana Lúcia Trevisan, Gênese Andrade da Silva, José Roberto Barreto Lins Filho, Marco Antonio de Moraes, Maria da Aparecida Saldanha, Ricardo Ramos Filho, Sandra Regina Ferro Espilotro, Silvio Lancellotti, Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite e Vera Sá.

Já os curadores do Prêmio têm, dentre outras, a responsabilidade de propor os membros do júri inicial do prêmio e avaliar se os livros inscritos cumpriam o regulamento do concurso. Os curadores desta edição do Prêmio são Lígia Fonseca Ferreira, Marcia Elisa Garcia de Grandi, Maria de Lourdes Ortiz Gandini Baldan, Marisa Philbert Lajolo e Quartim de Moraes. O júri final, que escolherá os três vencedores, será formado por cinco profissionais do meio literário a serem escolhidos pela organização.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.