MÚSICA

Voltando pra casa

14:14 · 01.10.2010
( )
Paralisado desde o final do ano passado, o projeto Casa do Blues retorna amanhã à praça do Mercado Joaquim Távora, com show do cantor, guitarrista e compositor cearense Artur Menezes. A apresentação marca a tentativa de retomada do projeto, que ao longo de 2009 movimentou o espaço aos sábados, contribuindo para ampliar o público do blues

Enquanto Fortaleza ainda se ressente de uma maior utilização de seus espaços públicos para atividades culturais, algumas iniciativas tentam modificar essa realidade, unindo artistas e públicos para compartilhar cenários da cidade. Um exemplo é o projeto Casa do Blues, que ao longo de 2009 promoveu, com regularidade, shows aos sábados, na praça do Mercado Joaquim Távora, na Av. Pontes Vieira, próximo ao Parque Rio Branco.

Iniciadas às 18h, as apresentações ofereciam a chance de conferir, sem pagamento de ingressos, shows de bandas cearenses, eventualmente com a presença de convidados de outros estados, procurando ampliar o público para o blues. Além de uma boa opção para o início de noite dos sábados, o projeto também rendeu frutos para moradores do bairro e permissionários do mercado, que passaram a abrir seus boxes durante os shows e a montar uma estrutura para receber os amantes do blues. Mas a sequência de apresentações foi paralisada em dezembro último, devido a um impasse entre os músicos e a Prefeitura de Fortaleza, que apoiou financeiramente o projeto no ano passado.

Enquanto a espera continua, os músicos reunidos no Casa do Blues agendaram para amanhã uma apresentação especial no local, na tentativa de contribuir para a retomada do projeto. Atualmente radicado em São Paulo, o cantor, compositor e guitarrista Artur Menezes capitaneia a noite, prometendo reunir os integrantes das bandas Blues Label, De Blues em Quando e Puro Malte. Músicos como Roberto Lessa (guitarra), Leonardo Vasconcelos (teclados), Felipe Cazaux (guitarra) e Diogo Farias (gaita).

Artur, que contará com a companhia de Lucas Ribeiro no baixo e P.H. Barcellos na bateria, vem realizando uma temporada que inclui uma apresentação hoje, na Órbita, no entorno do Centro Dragão do Mar. Mas o show de amanhã, destaca, tem significado especial. "Vamos fazer essa edição especial da Casa do Blues, na cara e na coragem", define. "Talvez até haja prejuízo, se não conseguirmos os apoios que estamos procurando, mas não importa. Queremos ver se com essa apresentação damos uma reanimada na cena de blues e se isso de alguma maneira ´cutuca´ a Prefeitura, ou chama a atenção de possíveis patrocinadores, para a volta do projeto", acrescenta.

Blues antes das eleições

Em clima de apresentação coletiva, o show será marcado pela interação entre os músicos. "Vai ser um grande encontro entre amigos, com os músicos de cada banda tocando em outras formações", antecipa Artur, que além de mostrar suas próprias composições, dando continuidade à divulgação do disco "Early to Marry", mostrará releituras de clássicos do blues, como um arranjo country para a tradicional "Crossroads", de Robert Johnson. E versões de músicas de outros gêneros, transpostas para uma roupagem blueseira. "Vamos tocar ´The way you make me feel´, do Michael Jackson, e ´Revolution´, dos Beatles, em homenagem às eleições", avisa. O blues defende seu espaço.

RECURSOS
Caminhos do projeto

INICIADO EM 2008, com shows em outros espaços, o projeto Casa do Blues chegou ao Mercado Joaquim Távora no ano passado, obtendo recursos da Prefeitura de Fortaleza. Conforme declarou ao Caderno 3 Leonardo Vasconcelos, tecladista da banda Blues Label e presidente da Casa do Blues, o apoio prometido somaria R$ 154.500,00. "Foram repassados R$ 100 mil, mas não o restante. Então resolvemos não dar entrada no novo projeto de solicitação de apoio, enquanto esse valor não for pago", afirmou Vasconcelos, em julho deste ano. Em resposta, a Secretaria de Cultura da Prefeitura (Secultor) respondeu que o apoio acertado pelo Município ao projeto teria sido de R$ 100 mil, pagos integralmente. A secretaria informou dispor de R$ 80 mil para patrocinar a iniciativa em 2010, mas afirmou não ter recebido, até então, nenhuma solicitação dos produtores. Agora, a assessoria de comunicação da Secultfor informa que houve um novo pedido de apoio ao projeto, através de emenda parlamentar, e que o pedido ainda está sendo avaliado pela comissão institucional do gabinete da prefeita. Os recursos devem ser liberados ainda este ano, mas não há data específica definida.

MAIS INFORMAÇÕES:
CASA DO BLUES. Shows com Artur Menezes e músicos do projeto. Amanhã, às 18h, na praça do Mercado Joaquim Távora (Av. Pontes Vieira, perto do Parque Rio Branco).


DALWTON MOURA
EDITOR DO CADERNO 3

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.