Oportunidade

Viver o reino da animação

Responsável pela série "Drama Universitário", produtora cearense Filmerama seleciona dubladores locais

Série animada "Drama Universitário", que transforma em humor aspectos dessa fase da vida
00:00 · 01.09.2018 por Antonio Laudenir - Repórter

A demanda por boas histórias no mercado audiovisual está cada vez mais acirrada. Porém, bem diferente do que o termo sugere, esse "acirramento" se aproxima mais de uma realidade de aquecimento e movimentação do que propriamente competição. Diante do estabelecimento de outras plataformas, em especial por conta da troca de informações via internet, produzir narrativas cada vez mais originais e únicas será o diferencial para os profissionais da área.

No terreno da animação, o cenário é positivo e diversos sensos comuns em torno dos desenhos animados vem caindo por terra nos últimos anos. Já falando da realidade brasileira, o gênero tem ganhado visibilidade e ultrapassando o estigma de que desenho é algo voltado apenas para as crianças.

Leia ainda:

> Produção intensa nas telinhas

Cada vez mais, roteiristas, animadores e produtores procuram diversificar o público consumidor dessas histórias. Mentes criativas de Fortaleza também estão antenados com esse cenário promissor.

Exemplo dessa mudança de valores e perspectivas também em relação ao mercado é a turma da Filmerama. Fundada em 2013, a produtora independente atua exclusivamente na criação e produção de conteúdo original para cinema, TV e VOD, conhecido também por "Vídeo sob Demanda" (Video on Demand).

Com o objetivo de desenvolver a capacidade criativa e produtiva do cenário cearense, a realizadora abre convocatória de dubladores profissionais ou amadores para audições na capital cearense. A Filmerama busca talentos para atuar na série "Drama Universitário". Podem participar pessoas entre 18 e 60 anos, de qualquer gênero e que possuam flexibilidade de timbres. Os interessados devem se inscrever pelo site do projeto até 7 de setembro.

O projeto foi idealizado por Daniel Aragão, sócio-administrador da Filmerama, a partir dos cartoons assinados por Lucas Carvalho, que fizeram sucesso nas redes sociais. Em conjunto, eles criaram o universo e os personagens da série. Após a criação, o CineBrasilTV, canal voltado para a cinematografia brasileira e independente, contratou a produção de 13 episódios com 26 minutos cada. Esse dado coloca "Drama Universitário" como a maior série brasileira em minutagem por episódio.

Mostra

Além dos dados pessoais, a inscrição também pede um arquivo de amostragem da voz do candidato, que pode ser gravado por áudio de celular ou em qualquer aplicativo de som. Os selecionados serão anunciados no dia 14 de setembro e as audições em estúdio acontecerão de 17 a 21 de setembro. Os aprovados assinarão contrato com a Filmerama para gravação em dias e horários previstos em estúdio de áudio, com preferência para renovação contratual a cada nova temporada da série e em novos projetos desenvolvidos pela produtora.

Aragão explica que, basicamente, o interesse da produtora é por vozes originais, capazes de dar vida aos personagens criados para a animação. "Não buscamos um 'dublador', essa função é para quem trabalha na transposição de filmes ou animações de outros países", pontua. "Queremos a voz original, criada por pessoas que tenham diversidade de timbre, algo que nos ajudaria a adequar os personagens tanto de 'Drama Universitário', como de produções futuras da Filmerama", detalha o CEO da empresa.

Além de Aragão, os roteiros são assinados por Lucas Carvalho e Wally Menezes, com participações eventuais de outros roteiristas. A produção é de Renata Freire. No estúdio de animação Rapadura Atômica atuam Lucas Carvalho como diretor de animação/storyboard, Weslley Nereu como diretor técnico e Rene Goes como diretor de arte.

"Vejo que a animação brasileira tem ganhado espaço, não somente dentro da realidade nacional. 'O Menino e Mundo' teve espaço e visibilidade em grandes suportes e TVs internacionais. A demanda por conteúdo está cada vez maior. Infelizmente, a animação brasileira sempre foi ligada ao público infantil e é desafiante propor um projeto para um público adulto".

A Filmerama nasceu a partir da experiência de Daniel Aragão, sócio-administrador, ao trabalhar com criação e produção de conteúdo no Rio de Janeiro, Los Angeles e Oslo. Voltando a Fortaleza, abriu a Filmerama Produções Ltda. Para atuar no mercado de produção independente, focando em sala de roteiro e criação de conteúdo original - inicialmente para TV paga, em forte momento no Brasil, e posteriormente em cinema e VOD.

A Filmerama já atuou em produções de séries de documentário, ficção e animação em conjunto com outras produtoras no Rio e em Fortaleza, sempre em conteúdo original (criação de dramaturgia).

Aragão explica que existe um certo um consenso de que a animação brasileira sempre foi vista como um conteúdo destinado somente às crianças. Para o produtor, a premissa é investir na dramaturgia voltada a uma faixa entre 18 e 24 anos, onde a linguagem da animação vai compor histórias recheadas de humor ácido e crítica social.

O interesse, adverte, é trabalhar as coisas do dia a dia, valorizando e utilizando a realidade do cearense, assim como outras séries se utilizam de seus contextos locais como linha narrativa.

"Será muito legal conseguir encontrar essa voz. Como ainda não temos tudo pronto, daí nossa meta por perfis de dubladores, mesmo que ainda não estejam maduros. Juntos, iremos trabalhar a voz, respiração e impostação. Fazemos questão de que as pessoas selecionadas sejam daqui. Estamos acostumados a consumir muita coisa de Rio de Janeiro e São Paulo. A série nasceu aqui, a produtora nasceu aqui. Queremos nossa sociedade, nossa cara, nossos símbolos e que a série viaje por esse sentido e leve originalidade ao mercado", finaliza o criador.

Mais informações:

Filmerama - chamada de dubladores cearenses. Inscrições até 7 de setembro de 2018. Anúncio dos selecionados: 14/09. Audições em estúdio: de 17 a 21/09. Regulamento e ficha de inscrição em dramauniversitario.Com.Br/

Contato: (85) 3021.6863

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.