Espetáculo

Um tributo ao jazz cigano

A banda do projeto "Jazz Cigano - Tributo a Django Reinhardt", em performance no Festival Jazz & Blues. Nova apresentação na Capital acontece amanhã, no Centro Cultural Banco do Nordeste ( Fotos: Thiago Gadelha )
00:00 · 21.04.2017

Amanhã, 22, às 19h, o projeto Jazz em Cena tem nova edição no Centro Cultural Banco do Nordeste. A estreia aconteceu no dia 1 de abril, com plateia lotada. A apresentação da vez reunirá no palco Marcos Maia e Paula Tesser, apresentam o espetáculo "Jazz Cigano - Tributo a Django Reinhardt".

O show foi um dos shows mais aplaudidos na última edição do Festival Jazz & Blues - em Guaramiranga, durante o Carnaval; e no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza, na sequência. A entrada é franca.

A banda

O espetáculo reúne nomes destacados da cena musical cearense homenageando o violonista e compositor belga que criou uma vertente diferenciada para o jazz. Marcos Maia (violão), Paula Tesser (voz), Paulo Leniuson (violino), Claudio Miranda (contrabaixo acústico), Lucas Araujo (violão) e Marcelo Holanda (bateria) fazem uma apresentação marcada pela excelência da performance de todos os músicos, pela qualidade e diversidade do repertório escolhido em meio à vasta obra de Django e pelo ineditismo de um show dedicado ao jazz cigano (gipsy jazz, ou jazz manouche) em Fortaleza.

A primeira parte do show conta com clássicos do repertório de Django em releitura instrumental, enquanto a segunda-feira metade da apresentação é marcada pela cantora Paula Tesser brilhando na interpretação de canções de Django e de algumas composições escolhidas para serem interpretadas com a mesma abordagem musical do jazz cigano.

Repertório

No repertório instrumental, "Minor swing", um dos temas mais conhecidos de Django Reinhardt, mostrando logo de saída tanto a levada característica do violão cigano, chamada "la pompe" ("a bomba"); o suingue e a alegria de "Daphné"; o lirismo de "Anouman", um das músicas mais belas do repertório do violonista belga; "Limehouse blues", de P. Braham e D. Furber, um standard do blues para várias gerações; a desafiadora "Rythm futur", tema mais experimental e de difícil execução, um dos destaques do show, recentemente aplaudido no Festival Jazz & Blues, em Guaramiranga e Fortaleza.

Entre as canções, destaques como a contemplativa "Nuages", outro dos temas mais revisitados do mestre do jazz manouche; "Que reste-t-il de nos amour", de Charles Trenet e Léo Chauliac, um clássico da chanson francesa; a melódica e irresistível "Swing 42", a suingada "Nature boy" e a marcante "Les yeux noirs", o Hino dos Ciganos.

Mais informações:

Jazz em Cena - Show "Jazz Cigano - Tributo a Django Reinhardt", com Marcos Maia, Paula Tesser e grupo. Sábado, 22, às 19h, no Centro Cultural Banco do Nordeste (Rua Conde D'Eu, 560 - Centro). Contato: (85) 3464.3108

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.