Tempo em imagens - Caderno 3 - Diário do Nordeste

MEMÓRIA

Tempo em imagens

18.04.2011

De cima para baixo: Passeio Público, Rua Major Facundo e Cine Majestic: Fortaleza antiga
De cima para baixo: Passeio Público, Rua Major Facundo e Cine Majestic: Fortaleza antiga
Abre amanhã a exposição "Fortaleza: Memórias do Tempo", com fotografias de época que mostram a vida na capital cearense

Fotografias, objetos antigos e até carros que marcaram época. Esse é o apanhado que traz a exposição "Fortaleza: Memórias do Tempo", cuja abertura acontece amanhã, às 20 horas, no Espaço Cultural Porto Freire. O projeto é uma realização do Instituto Cultural Chico Albuquerque e acontece no mês de aniversário dos 285 anos da capital cearense.

Ao todo, são 95 painéis fotográficos, que reconstituem diversos aspectos da vida e dos costumes da cidade entre as décadas de 20 e 70. A mostra inclui ainda painéis com jornais e objetos originais de época. Exclusivamente na abertura do evento, o público também poderá conferir elegantes automóveis antigos de colecionadores do Museu do Automóvel.

"Memórias do Tempo" tem curadoria do colecionador Miguel Ângelo de Azevedo, o Nirez, e cenografia de Lídia Sarmiento. Todas as peças são do acervo do próprio Nirez (muitas recebidas da empresa Aba Film). "São imagens que tratam de diversas vertentes da vida social de Fortaleza nessas décadas, como arquitetura, personalidades e curiosidades. Além dos objetos, como ferro de engomar, microfone de rádio, telefone e placas de ruas antigas", detalha o presidente do Instituto Cultural Chico Albuquerque, Ricardo Albuquerque.

Para além das mudanças físicas e estruturais pelas quais o município passou em sua história, a exposição dá atenção especial às práticas e ao uso que as gerações faziam dos espaços urbanos, com a intenção de evocar, no espectador, sua relação com o ambiente apresentado nas imagens e a reprodução atual de hábitos do passado. Nessa perspectiva, as fotos e objetos foram divididos em áreas temáticas permitindo um passeio pelas velhas memórias, vida urbana, habitantes, trabalho, lazer, cultura e esporte.

PROGRAMAÇÃO

28/04, às 19h30

Fortaleza, casos e curiosidades .
Palestrante: Nirez

18/05 , às 19h30

Comunicação e a importância do rádio no Ceará. Palestrante: Erotilde Honório 

21/06, às 19h30

A culinária cearense. Palestrante: Peregrina Campelo 

21/07, às 19h30

Costumes, hábitos e comportamento do povo cearense. Palestrante: Zenilo Almada


"A mostra é um manifesto em defesa de outras representações da cidade, contestando as intenções das fotografias tradicionais e revelando outras cidades que existem dentro de nossa cidade tradicional", explica Nirez.

A abertura do evento será ao som dos sambas, toadas, modinhas, choros e lundus que integram a memória poético-musical brasileira. Executado pelo grupo Vozes da Cera, o repertório baseia-se em pesquisas realizadas na coleção de discos de 78 rpm do Arquivo Nirez, que datam de 1902 a 1946, um dos períodos de maior efervescência na produção musical, e de fundamental relevância para a história da música brasileira.

Em cartaz até 30 de dezembro, "Memórias do Tempo" propõe ainda uma agenda de atividades paralelas à mostra fotográfica, com palestras, debates e visitas guiadas de grupos de estudantes.  "Um dos eventos planejados, por exemplo, é sobre jangadas e jangadeiros. haverá outro sobre a história do cinema no Ceará", antecipa Albuquerque.

MAIS INFORMAÇÕES
Exposição "Fortaleza - Memórias do Tempo". De amanhã até 30 de dezembro, no Espaço Cultural Porto Freire (R. Joãzito Arruda, s/nº, Cidade dos Funcionários). Entrada gratuita. Contato: (85) 3459.0061

ADRIANA MARTINS
REPÓRTER


Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999