EXPOSIÇÃO

Theatro José de Alencar é tema de exposição

A mostra, que conta com fotos e material cênico, acontece desde ontem (17), na Galeria BenficArte do Shopping Benfica

15:08 · 18.03.2017
theatro josé de alencar
Fachada principal do Theatro José de Alencar, tema de exposição no Shopping Benfica até 31 de março ( Secult/Divulgação )
A beleza e a imponência do Theatro José de Alencar, construção centenária localizada no centro de Fortaleza, é tema de exposição na Galeria BenficArte, projetada para marcar o Dia Mundial do Teatro, 27 de março. A abertura aconteceu nesta sexta (17). A mostra poderá ser visitada até 31 de março, dando uma oportunidade ao público para conhecer parte da história do equipamento, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pela Secretaria da Cultura do Estado (Secult).
 
Conforme informações da produção Theatro José de Alencar, a mostra conta com algumas peças do acervo, como um recorte da exposição do fotógrafo Jackson Antunes, “TJA e seus palcos”. São 10 fotos grandes, além de sete máscaras, estandartes, figurinos e material das produções de Orlando, baseada no romance da escritora inglesa, Virginia Woolf, e Don Giovanni, ópera que abriu as portas do teatro após a restauração realizada entre os anos 1989 e 1990.
 
O olhar atento do fotógrafo mostra a arrojada construção, que constitui um dos principais representantes da arquitetura do ferro tanto no Brasil quanto no Ceará. O uso do material em construções começou na Europa, ainda no século XIX, seguindo a tendência da industrialização. Conforme o texto do professor Liberal de Castro, “Arquitetura do ferro no Ceará”, o uso do material em construções arquitetônicas do Estado começou a ser verificado no fim do século XIX. O arquiteto destaca outras construções em ferro: a Igreja do Pequeno Grande, antigo Mercado da Carne, Theatro José de Alencar e o Cineteatro Majestic.
 
Inaugurado oficialmente no dia 17 de junho de 1910, o teatro-monumento, que completa 107 anos em 2017, era considerado símbolo de poder da oligarquia Acioli, responsável pela construção, autorizada em 1904. O suntuoso prédio, que faz parte do imaginário do povo cearense, apresenta arquitetura eclética, com ênfase no ferro, em evidência na época. O teatro dispõe de auditório com 120 lugares, foyer, amplo jardim, criação de Robertro Burle Marx. Com a restauração que ficou concluída em 1991, ganhou o anexo, que possui 2 mil metros quadrados e abriga o Centro de Artes Cênicas (CENA).
 
Fazem parte ainda do TJA: o Teatro Morro do Ouro, que tem capacidade para receber 90 pessoas e a praça Mestre Pedro Boca Rica conta com palco, ao ar livre, podendo comportar 600 pessoas. O prédio é equipado com biblioteca, galeria, quatro salas de estudos, também usadas para ensaios, o Colégio de Dança do Ceará e de Direção Teatral.
 
Mais informações
Exposição que conta a história do Theatro José de Alencar, na galeria BenficArte, no piso térreo do Shopping Benfica (Avenida Carapinima, 2200, Benfica). Pode ser visitada até o dia 31 de março, das 10h às 22h, de segunda a sábado; e das 15h às 21h, aos domingos. Grátis. Contato: (85) 3243-1000

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.