Guaramiranga

Chuva e diversidade musical marcam abertura do Festival Jazz & Blues

Encontro entre Waldonys e Sexteto de Jazz da Big Band Unifor é o destaque na primeira noite do 19º Festival Jazz & Blues

20:10 · 10.02.2018 / atualizado às 20:17
Os acordes do 19º Festival Jazz & Blues já dominam as ruas de Guaramiranga. Nem a manhã chuvosa do sábado (10) conseguiu tirar o ânimo dos visitantes que chegavam ao município cearense (distante 110 km da capital). Com atrações nacionais e internacionais, o evento segue até 13 de fevereiro na Serra, dá uma pausa na Quarta-Feira de Cinzas, e continua a programação nos dias 15 e 16 em Fortaleza. A diversidade de gêneros sonoros e as inusitadas parcerias musicais marcam o primeiro dia de evento.
 
A pedida fica pelo show das 21h, que apresenta a parceria entre Waldonys e o Sexteto de Jazz da Big Band Unifor. Referência nacional do acordeom e músico cujo a trajetória envolve a música popular de qualidade musical, o cearense Waldonys chega ao Jazz & Blues com um espetáculo inédito. No mesmo palco, os  os instrumentistas da Big Band Unifor, regida pelo maestro Robson Lima, fazem a ponte ente as cores nordestinas e os clássicos do jazz.O primeiro contato com o público aconteceu às 16h30, com o ensaio aberto ao público.
 
A Cidade Jazz & Blues, erguida na rua principal de Guaramiranga (cerca de 600 metros da Praça do Teatro Rachel de Queiroz) foi tomada e os últimos preparativos para a festa foram concluídos. Executando temas de Gonzagão (com a canção "Respeita Januário"), o sanfoneiro brindou a plateia com um pouco do espetáculo que será realizado às 21h. Por volta de 18h, os ingressos para a apresentação já estavam esgotados.
 
Após este "apertitivo" , a programação seguiu com a emocionante apresentação do Trio Guará.Formado por Denny Almeida (violão), William Madeiro (guitarra) e Juan Madeiro (acordeon), três músicos de Guaramiranga, o Trio Guará desfilou o repertório inspirado em grandes nomes da música brasileira, como João Gilberto, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Ary Barroso, Cartola, Noel Rosa e Gonzaguinha. Seja pela bossa nova, samba, choro (com um toque de flamenco), a sonoridade destes amigos foi ovacionada pelas palmas.
 
Sofisticação
 
Destaque nas cordas, o mineiro Juarez Moreira cativou pela boa sequência de temas e acordes explorados. A presença no Festival Jazz & Blues foi compartilhada com a pontual presença do cearense Jorge Helder (contrabaixo), Joatan Nascimento (trompete) e Kiko Freitas (bateria). Juntos, criaram um equilíbrio ideal entre versões exclusivas de grandes criações clássicas e originais brasileiras. 
 
Enquanto os artistas brilham no palco,  um espaço especial na área externa da Cidade Jazz & Blues é ocupado pelos fãs da música. Famílias inteiras se divertem e interagem com o stand do Diário do Nordeste. Basta subir no palco, cujo fundo simula a capa do jorna, tirar uma foto e marcar com a hashtag #jazzebluesdn.
 
Mais informações: 19° Festival Jazz & Blues, de 10 a 13/2 em Guaramiranga e dias 15 e 16 em Fortaleza. Contato: (85) 3262.7230. Site: www.jazzeblues.com.br. Ingressos para os shows das 21h em Guaramiranga à venda na 
Bilheteria Virtual (www.bilheteriavirtual.com.br). R$ 40 (inteira).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.