Premiação

Ceará e Minas Gerais são os vencedores do XII Festival de Inverno da Serra da Meruoca

O evento é considerado um dos maiores festivais do Brasil, inspirado nos clássicos festivais de MPB da década de 1960

10:50 · 19.06.2017
edu asaf
Edu Asaf, de Sobral, foi o grande vencedor da noite, com a canção "Dá-me a Ti". ( Foto: Airton Bastos )
Em sua décima segunda edição, o Festival de Inverno da Serra da Meruoca manteve a tradição de iniciar no feriado de Corpus Christi e, do dia 15 de junho até a madrugada do último sábado (17), deu lugar a uma das mostras competitivas de música mais prestigiadas do Brasil. Em seu encerramento, foi reunido um público de 20 mil pessoas para acompanhar o anúncio dos vencedores: Edu Asaf (Sobral, CE), Zebeto Corrêa (Belo Horizonte, MG) e Eudes Fraga (Pedra Branca, CE).
 
Os vencedores receberam troféus e prêmios em dinheiro, que variavam entre R$ 1.500,00 e R$ 8.000,00. Além dos três primeiros lugares principais, também foram premiados Cumpade Barbosa, na categoria "música de aclamação popular" e o cearense Lúcio Ricardo, considerado o melhor intérprete desta edição.
 
Após a premiação, o palco recebeu o show do cantor Raimundo Fagner, que reservou uma surpresa para os presentes: ao lado de Guilherme Arantes, o músico prestou uma homenagem a Belchior, tocando renomadas canções do falecido.
 
Ao longo dos 3 dias de evento, o festival incluiu, além das apresentações dos competidores, shows de artistas nacionais - como Byafra e Guilherme Arantes - e das atrações cearenses Dona Leda, Dona Zefinha, Lágrimas da PS, Trovador Eletrônico, Júnior e Banda e grupo Última Hora.
 
A XII edição do festival bateu recorde de participação na mostra competitiva, com 177 canções inscritas, dos mais variados estilos. Os trabalhos eram oriundos de diversos estados do Brasil - Rio Grande do Norte, Piauí, Paraíba, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e também de  20 cidades cearenses, entre as quais, Meruoca, Sobral, Tianguá, Viçosa do Ceará, Ipu, Crato, Juazeiro do Norte, Barro, Ocara, Pacajus, Maracanaú e Aquiraz.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.