Exposição

Fortaleza em panorâmica

01:31 · 14.04.2009
( )
O fotógrafo Gentil Barreira lança, hoje, a exposição “Antologia do Olhar”. A mostra homenageia os 283 anos de Fortaleza, e estará em cartaz até o dia 30 de abril no Mercado dos Pinhões

Como uma viagem ao passado e às emoções vivenciadas por personagens que marcaram e que, também, contribuem todos os dias com a história da cidade, Gentil Barreira constrói a poética de “Antologia do Olhar”. Por meio da mostra, ele vai conduzindo a imaginação e aguçando o campo visual do espectador, buscando uma reflexão que vai além da percepção corriqueira: “São cenários que foram retirados do cotidiano de relevantes personagens que compõem a nossa história ou o nosso imaginário, ou personagens atuais pelo olhar imaginário do presente. Pessoas que já não estão vendo o mesmo espaço, que antes viveram, cenas de hoje, do mundo contemporâneo”, explica Gentil Barreira.

De acordo com o fotógrafo, a série especial de fotos de Fortaleza é uma tentativa de fazer com que as pessoas possam se imaginar, por exemplo, vivendo na cela em que viveu Bárbara de Alencar ou vislumbrar a paisagem da cidade que os jangadeiros têm quando retornam para casa depois de uma longa jornada de trabalho. “Voltar a imaginação no tempo e penetrar no olhar desses personagens com recursos da tecnologia contemporânea, câmera e softwares, transportar o espectador para esse momento, para a emoção vivida pelo personagem, é o que dá sentido a essas imagens”, ressalta.

Fortaleza esmiuçada

“Antologia do Olhar” conta com o apoio do Edital das Artes da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor), e apresenta um total de 17 fotografias da cidade, captadas em 360º e ampliadas linearmente. Os lugares registrados por Gentil Barreira foram: Estátua de Iracema ( na Lagoa de Messejana), Vista do Museu do Ceará, Paço Municipal, Passeio Público, Vista de Patativa do Assaré (no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura), Ponte dos Ingleses, Ponte do Rio Ceará, Praça do Ferreira, Praça dos Leões, Beira Mar, Bárbara de Alencar,Casa de José de Alencar, Parque do Cocó, Vista do Aeroporto Pinto Martins (Do Pirambu ao Papicu), Igreja do Rosário, Praia do Ideal e Theatro José de Alencar.

Segundo Barreira, cada lugar fotografado recebeu um olhar específico, tendo sido escolhido por sua carga histórica, afetiva e beleza.

A exposição é resultado de mais de três meses de pesquisa do autor, que vem desenvolvendo um projeto de produzir imagens em 360°. “A pesquisa de novas linguagens sempre conduz a desafios e enfrentamentos. Elementos do cotidiano encontram outros caminhos para expressar dimensões criativas. Nesse processo de aparente dificuldade, surge a possibilidade de ver espaços de tal maneira que a fotografia atua como suporte ideal para provocar sensações de abrangência e totalidade”, ressalta ele.

Perfil

Gentil Barreira é um dos principais fotógrafos cearenses e discípulo direto do mestre Chico Albuquerque. Autodidata, iniciou as primeiras experiências com fotografia aos 11 anos de idade, montando um pequeno laboratório para revelar seus filmes. Residiu por três anos em São Paulo onde estudou Arquitetura e Urbanismo, mas antes do término do curso, resolveu voltar a Fortaleza, onde vive e atua até os dias de hoje.

O fotográfo já participou de diversas exposições coletivas e individuais no Ceará, em outras capitais brasileiras e no exterior. Foi o responsável pela introdução da fotografia digital profissional no mercado cearense. Ele tem fotos publicadas em livros, publicidades, revistas nacionais e internacionais.

Mais informações:

Abertura da exposição Antologia do Olhar,hoje, às 19h, no Mercado dos Pinhões. A mostra segue em cartaz até 30 de abril. Praça Visconde de Pelotas, s/n - Entre as ruas Gonçalves Lêdo e Nogueira Acioly 3261 0525


ANA CECÍLIA SOARES
Repórter

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.