Fortaleza

Exposições sobre Carnaval

Uma das obras da exposição "Maracatu Eternamente Belo", do artista plástico Canttidio Brasil: "A população tem que ter amor por essa manifestação, porque ele é uma representação nossa, é original"
00:00 · 10.02.2018

Em fevereiro a Biblioteca Pública Espaço Estação traz atividades ligadas ao Carnaval. Desde o início do mês o equipamento vem ofertando ao público oficinas, contação de histórias e exposições em diversas linguagens artísticas, sempre com temática carnavalesca.

Nesta semana, dentro da faixa "Contação de histórias", a biblioteca trabalha com a coleção Crianças Famosas, de Edinha Diniz e Angelo Bonito - mais especificamente com a história de Francisca Edwiges Neves Gonzaga (1847- 1935), mais conhecida por Chiquinha Gonzaga, mulher a compor a primeira marchinha de carnaval, "Ó Abre Alas".

Tradição

Na sexta (9) também aconteceu a abertura da exposição "Maracatu Eternamente Belo", com as obras do artista plástico Cattidio Brasil. A mostra foi montada no pátio da Biblioteca, onde fica até 9 de março. A visitação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta, das 9h às 17h; aos sábados, de 9h às 15h.

"Maracatu Eternamente Belo" é composta por 20 obras e já esteve na Espaço Estação. Nessa nova temporada, Canttidio traz 10 obras que falam da importância dos maracatus no Carnaval e vai a fundo na religiosidade dessa manifestação. Participante do Maracatu Rei do Congo e católico, Canttidio participa do Carnaval ajudando nas pinturas dos rostos e traz sua vivência carnavalesca e sua crença para dentro de seu trabalho. Admirador da Igreja do Rosário, localizada na rua do Rosário, Centro, ele demonstra esse afeto em suas pinturas.

"Nessa parte do sincretismo tenho dois trabalhos de Nossa Senhora do Rosário. Do maracatu trago todos os seus personagens e o maracatu desfilando durante o Carnaval", explica. "A população tem que ter amor por essa manifestação, porque ele é uma representação nossa, é original", complementa. Canttidio Brasil é conhecido como um artista "miniaturista" por utilizar pinceladas minúsculas semelhante a pontos de luz para criar suas imagens.

O artista já participou da II Bienal Estudantil, em 1968, Salão dos Novos, 1969, do Salão de Abril nos anos de 1970, 1972, 1973, 1977 e 1978.

Outras linguagens

Na parte da literatura, a biblioteca abre as portas do setor de obras cearenses para a Exposição de Acervo sobre o Carnaval. O mote principal é oferecer aos leitores a oportunidade de conhecer livros que trazem como tema o Carnaval cearense. As obras incluem tanto autores clássicos quanto contemporâneos.

Na parte de fotografias, segue em cartaz o "Varal Fotográfico do Centro", do fotógrafo Celso Oliveira. As imagens mostram o cotidiano do centro de Fortaleza e se encontram no hall da Biblioteca.

Em exibição desde agosto de 2017, a mostra faz parte da programação permanente do espaço e é formada por quatro painéis gigantes, com mais de cinco metros de altura.

Durante o período de Carnaval, já a partir deste sábado, o equipamento cultural não abrirá e só voltará com sua programação normal na quarta-feira de cinzas, a partir das 13h.

Programação

Exposição "Maracatu Eternamente Belo"

Até 9 de março. Visitação: de segunda a sexta, das 9h às 17h; sábado, das 9h às 15h

Exposição de Acervo sobre o Carnaval

Até 28 de fevereiro

Exposição "Varal Fotográfico do Centro"

Permanente

Todas as exposições têm horário de visitação da Biblioteca

Biblioteca Pública Espaço Estação

Rua 24 de Maio, 60, Centro. Visitação: de segunda a sexta, das 9h às 17h; sábado, das 9h às 15h.Acesso gratuito. Contato: (85) 3101.6799

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.