coluna

Estante

00:00 · 10.02.2018

Image-0-Artigo-2359816-1A imaginação política brasileira

Revan

2018, 216 páginas

R$ 48

Wanderley Guilherme dos Santos

Organizado por Christian Edward Cyril Lynch, o livro reúne cinco ensaios do veterano Wanderley Guilherme dos Santos, um dos grandes nomes da ciência política no Brasil. Trata-se de uma pesquisa efetuada de forma sistemática e exaustiva sobre o pensamento político brasileiro. Santos parte de uma tese segundo a qual há uma elite intelectual brasileira cujo pensamento deveria ser estudado para compreender os dilemas contemporâneos do Brasil. A partir daí, o autor se coloca questões que passam pelo liberalismo, a tradição oligárquica nacional e o autoritarismo (nem sempre facilmente visto como tal no contexto brasileiro).

 

O espírito do judaísmoO espírito do judaísmo

Três Estrelas

2018, 320 páginas

R$ 57,90

Bernard-Henri Lévy

Nascido na Argélia, Bernard-Henri Lévy é um filósofo, escritor, jornalista e cineasta francês, autor de filmes e obras filosóficas que têm impacto sobre o debate público na França. Seu livro mais recente, agora traduzido no Brasil, é "O espírito do judaísmo". O título pode sugerir um ensaio, de ascendência mais clássica. Contudo, a obra ousa formalmente ao articular duas questões, com abordagens distintas para cada uma delas. A primeira é um ataque, sem pretensões de sobriedade, contra as formas atuais de antissemitismo; a segunda, é uma investigação sobre o pensamento judaico, por meio de uma vasta tradição de obras que inclui a Bíblia e a cabala. Tradução: Bernardo Ajzenberg.

 

Introdução à Sociologia da MúsicaIntrodução à Sociologia da Música

Editora Unesp

2018, 419 páginas

R$ 64

Theodor W. Adorno

Segunda edição desta coleção de textos do filósofo alemão Thedor W. Adorno, a respeito da música. A obra é resultado de um conjunto de conferências ministradas pelo autor, no qual expõe seu modo de reflexão a respeito das articulações entre arte, história e sociedade. Adorno encontra a "sociedade inconsciente de si mesma" em fenômenos aparentemente contingentes, como a formação do público ouvinte de ópera ou o culto contemporâneo à figura do maestro. A obra ainda pode ser lida como um tratado metodológico sobre os regimes de reflexão crítica a respeito da arte. A tradução é de Fernando R. De Moraes Barros.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.