Coluna Sound

00:00 · 08.10.2013
Fogo sem limite

Provocativas, libidinosas, surtadas ou marketeiras? Da sensualidade ao obsceno, cantoras do pop têm atraído a atenção com comportamento polêmico

These girls are on fire!!! Fazendo aqui uma licença "poética" do hit de Alicia Keys, nada melhor define a atual fase de algumas estrelas. Tá, não é bem uma novidade na indústria da música utilizar-se de certos artifícios para fazer sucesso…

Miley Cyrus polemizou ao aparecer nua em clipe e ao "assassinar" "Hannah Montana", personagem da Disney que a fez despontar no show bizz

A rainha do pop Madonna chegou ao topo e não à toa! E, de fato, um molho mais picante não faz mal a ninguém, mas será que algumas dessas artistas não perderam a noção? Especialmente, Miley Cyrus, que tem extrapolado os limites com tantos excessos? Quando menos se espera, ela apronta uma nova (e cada vez mais chocante). Haja preocupação para os pais!

Mas o que aconteceu com essa garota, de apenas 21 anos? Rebeldia de uma adolescência tardia reprimida pela Disney? Ironicamente, algumas dessas moças que passaram por essa escola de "formação" de artistas deram aquela "despirocada" depois… Britney Spears e Demi Lovato, que tiveram também problemas com drogas, estão aí vivas pra contar história (fora as atrizes Amanda Bynes e Lindsay Lohan…).

Enfim, a última de Miley (até o fechamento desta edição, vale ressaltar) aconteceu semana passada, após estrelar ensaio assinado por Terry Richardson pra lá de controverso. A cantora e atriz avacalhou e o que era pra ser sensual, soou mesmo foi vulgar: com trajes mínimos de gosto duvidoso (que mal cobrem suas partes íntimas), ela apareceu fumando (será agora a sua inseparável mary jane?) e simulando o órgão genital masculino com uma lata com um maiô super cavado. A julgar pelo seu comportamento recente, a intenção deve ter sido essa mesma.

Britney Spears teve seu "Work B**ch" censurado no Reino Unido. Clipe só pode ser exibido a partir das 22h

Outro dia, a jovem causou com "Wrecking Ball", baladinha de sofrimento que não condiz muito com performance atrevida, cheia de caras e bocas, mas nada sexy (chega a ser forçado mesmo). Ora aparece lambendo um martelo, ora nua em cima de uma bola. A Sinead O´Conner que não gostou muito do vídeo, inspirado no seu hit "Nothing Compares 2 You".

Atrevida

Assim como no icônico clipe da irlandesa, lançado em 1990, há também uma câmera que dá um close em uma chorosa Miley… A veterana até tentou dar uns conselhos em carta aberta (escrita "com espírito maternal e com amor"), dizendo para ela não se "prostituir" para o show bizz. Claro que a moça, insolente, não deu ouvidos à sugestão e revidou.

A sempre maledicente Rihanna extrapolou em "Pour It Up", vídeo em que encarna stripper pra lá de ousada

"Sinead. Não tenho tempo de escrever uma carta aberta a você porque vou apresentar e cantar no (programa de comédia da TV dos EUA) ´Saturday Night Live´ (SNL)", postou ela no Twitter, que ainda debochou, na rede social, do problema de bipolaridade de Sinead. A irlandesa prometeu processar a "ninfeta"...

Esse comportamento, mais sexualmente agressivo, despontou no Video Music Awards 2013, em setembro, quando Miley fez apresentação com Robin Thicke no sexual "Blurred Lines".

Se já pareceu "over" sua "coreografia" na premiação, a cantora revelou a Britney Spears, em entrevista ao documentário "Miley: The Movement after the Toxic", que queria ter feito mesmo era topless ao vivo.

"Eu tentei, mas não acho que a MTV permitiria isso (...) É um movimento, é um crescimento, é uma mudança. Realmente não estou com medo ou insegura de qualquer coisa. Precisava largar o passado de algum jeito", afirmou. Miley aproveitou também para dar outro recado aos eternos fãs de "Hannah Montana". No "Saturday Night Live", declarou que a personagem foi "assassinada" e que não pediria desculpas por sua apresentação ousada no VMA. "Senti que poderia finalmente ser a vagabunda que realmente sou", completou. Precisava disso?

Confira playlist




Tipo vadia

Britney Spears também voltou à flor da pele em "Work B**ch", revivendo seus bons tempos de luxúria e sadomasô de "Toxic", "I´m a Slave 4 You", "Womanizer" e "Criminal", mas beeeem menos abusada que a colega, apesar do nome sugestivo da música. Contudo, a princesa do pop, título conquistado a base de muito "suor" e dancinhas tórridas, sofreu uma leve censura no Reino Unido por causa de um chicotinho de nada...

Emissoras de TV da Terra da Rainha só permitiram a exibição do clipe a partir das 22h, definindo-o de "inadequado", e chegaram a pedir para a americana uma versão mais "limpa". "Meu Deus, nós mostramos muito mais pele e fizemos muito mais coisas para o vídeo do que está realmente lá. Eu cortei metade do vídeo, porque eu sou uma mãe e porque, você sabe, eu tenho filhos. É bem difícil ser uma mãe sexy enquanto você está sendo uma estrela pop também", afirmou a cantora.

A mais pornográfica

Mas a verdadeira "bitch" nessa história toda é a insuperável Rihanna. A desinibida cantora de Barbados, que já acumula histórico de excessos, exagerou em "Pour It Up". Com uma letra sobre clubes de strip-tease, a diva encarnou direitinho a personagem, faz pole dance, simula sexo em um trono com direito a chuva de dinheiro. Uma esculhambação só! E ainda pode piorar... Oremos que não!

Confirma logo, Lolla!

Depois dos confirmados Depeche Mode, Nine Inch Nails e Muse, algumas listas chegaram a circular na web sobre o suposto line-up do Lollapalooza Brasil 2014, mas sem nenhuma confirmação. O mistério deve acabar quinta (10), segundo "dizem", com o anúncio oficial da nova grade. Mas, em se tratando da terceira edição do festival, que mudou de produtora (da Geo Eventos para a Time 4 Fun) e de lugar (do Jockey Club para o Autódromo de Interlagos), tudo pode acontecer, inclusive, mudar de espaço de novo... Em termos de artistas, o Pixies (agora com Kim Shattuck no lugar de Kim Deal) estaria cotadíssimo para voltar ao Brasil. Talento precoce da vez, Jake Bugg, 19 anos, também seria uma das atrações em negociação.

O Pixies, com nova formação, estaria cotado para o festival

Parceria

Noite de reencontro no Mambembe: Daniel Groove e Gustavo Portela se apresentam juntos na sexta (11), 21h, no Mambembe. A dupla contará com participações de Démick Lopes e Marta Aurélia, atores de "A Mão na Face", além dos músicos Orlângelo Leal (Dona Zefinha), Luiz Alberto Zoo, Julio Cesar Santana e Ayrton Pessoa.

Punk cearense em festa

Comemorando dez anos, a Lavage lança seu novo disco, "10", sábado (12), no Night Bar (Henrique Jorge). O show faz parte do "The Night of Rock", festival que contará com mais seis outros grupos: Síntese, Selenya, Old Books Room, Rise of Fallen Souls, ARS 40º e Sonar 85.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.