coluna

Sopa de letras

00:00 · 22.08.2017

A professora e o Nobel: Gabriel Garcia Márquez

Beatriz Parga

Image-2-Artigo-2285756-1
O livro é uma longa entrevista romanceada feita pela autora colombiana com Rosa Fergusson, professora de Márquez, a pedido do próprio escritor. A história se inicia no pequeno povoado de Aracataca, quando a bela professora recebe em sua escola o menino Gabriel para iniciar sua alfabetização. Ela o conhecia desde o berço, uma vez que suas famílias eram conhecidas de longa data. Ao receber o Nobel de Literatura, em 1982, Márquez dedicou o prêmio a Fergusson.

Escrituras

2017, 168 páginas
R$ 38,90

Silas Marner, o tecelão de Raveole

George Eliot

Image-1-Artigo-2285756-1
Pseudônimo de Mary Ann Evans, Eliot foi uma das maiores autoras vitorianas - que precisou adotar um nome masculino para que seus trabalhos fossem levados a sério. Neste romance de 1861 ela desmascara e combate preconceitos, privilégios, desvios de conduta e ambições até hoje incrustados na sociedade. A história gira em torno de um homem injustamente acusado de crime e, a partir daí, amargurado com as pessoas. Somente na aparição de uma criança reencontra a satisfação de estar vivo.

José Olympio

2017, 238 páginas
R$ 44,90

Contos do rock

Daniel Ferro

Image-0-Artigo-2285756-1
O subtítulo é autoexplicativo: "Histórias dos bastidores do rock brasileiro contadas por quem estava lá". Ao todo, são 54 relatos narradas em primeira pessoa por músicos, produtores, empresários e profissionais ligados a todas as vertentes do referido estilo musical no Brasil - de Erasmo Carlos a Adreas Kisser, passando por Pitty, Mutantes e até Rogério Flausino. As histórias foram selecionadas entre o material coletado por Daniel Ferro ao longo de vários anos e que deram origem ao programa homônimo veiculado pelo canal Multishow em 2012.

Dublinense
2017, 224 páginas
R$ 49,90

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.