COLUNA

Sopa de Letras

00:00 · 15.08.2017

História de minha vida

George Sand

George Sand foi o pseudônimo adotado pela escritora francesa Amadine-Aurore-Lucile Dupin (1804-1876). O nome masculino era um disfarce necessário para driblar o machista meio literária da época. A autora ficaria famosa por seus trabalhos memorialísticos, um dos marcos da literatura francesa do século XIX. Sand foi a primeira mulher de seu país a viver de seus direitos autorais. Parte de sua trajetória pode ser conhecida neste trabalho autobiográfico, escrito entre 1847 e 1856. A obra original era composta por dez volumes. Com seleção e organização de textos assinados por Magali Oliveira Fernandes, a tradução do livro ficou por conta de Marcio Honorio de Godoy.

Editora Unesp

2017, páginas

R$ 130

O destino da África

Martin Meredith

Image-0-Artigo-2282794-1

O historiador inglês Martin Meredith é um especialista nas trajetórias da nações africanas. Neste longo ensaio, faz uma revisão de 5 mil anos do continente, recapitulando a descoberta de riquezas, a ganância que estas sempre atraíram e os violentos embates pelo poder. Meredith descreve a vida de reinos e impérios; a disseminação do cristianismo e do islamismo; a caça ao ouro e a outras riquezas; o tráfico de escravos; os feitos de exploradores e missionários; o impacto avassalador da colonização europeia; e a tão aguardada independência. Examinando também os Estados africanos modernos pós-coloniais, o autor conclui com uma projeção de seu futuro. A tradução da obra é de Marlene Suano.

Zahar

2017, 760 páginas

R$ 99,90/ R$ 59,90 (e-book)

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.