Sopa de Letras

00:00 · 29.07.2014

Quatro novelas e um conto
Vários Autores

O Platô 8, da obra "Mil Platôs", de Deleuze e Guattari, tornou-se conhecido entre críticos literários por apresentar uma proposta de diferenciação do conto e da novela. Os representantes do primeiro tentariam, sempre, responder "o que vai acontecer?", enquanto o segundo caso seria guiado pela questão "o que aconteceu?". O presente volume reúne os textos evocados pela dupla para comprovar sua tese: conto "Um jeitinho", de Guy de Maupassant; e as novelas "Na gaiola", de Henry James; "O colapso", de F. Scott Fitzgerald; "História do abismo e da luneta", de Pierrette Fleutiaux; "A cortina carmesim", de Barbey d'Aurevilly.

Autêntica Editora
2014, 256 páginas
R$ 42

Introdução ao pensamento político de Maquiavel
Lauro Escorel

Nicolau Maquiavel (1469 - 1527) é um dos maiores pensadores políticos modernos. Sua obra-prima, "O Príncipe", atrai estudiosos e tem uma fortuna crítica extensa. Do que foi produzido por intelectuais brasileiros, a introdução escrita por Lauro Escorel é um dos melhores títulos. A obra se divide em duas partes, na primeira perfila o pensador italiano e, na segunda, investiga seu pensamento político. Três grandes problemas, tratados por Maquiavel e Escorel, mantém a atualidade da obra - a autonomia da política, o realismo das relações internacionais e o perigo dos regimes totalitários.

Editora FGV e Ouro sobre Azul
2014, 344 páginas
R$ 42

Safári
Luís Dill

Novo romance do escritor gaúcho Luís Dill. A trama acompanha o jovem advogado Murilo Marques, profissional bem sucedido, noivo da filha de um de seus chefes, ele é movido pela insatisfação a procurar uma vida paralela. Enquanto os amigos busca a adrenalina dos esportes radicais, Murilo prefere o risco real - no caso, de perder tudo aquilo que conquistou. Ele compra um rifle no mercado negro e empreende caçadas. Aqui, Dill inverte a ideia do romance policial. À maneira de Dostoievski, o autor entrega de cara a ação, o que acontece. O que prende o leitor é o processo para relevar as motivações dos personagens, como se tratasse de uma investigação psicológica.

Rocco
2014, 184 páginas
R$ 25

A globalização foi longe demais?
Dani Rodrik

Nascido na Turquia, Dani Rodrik é autor desta obra de referência acerca da globalização. O livro foi originalmente publicado em meados dos anos 90, quando a questão polarizava o meio acadêmico. O trabalho de Rodrik se sobressaia por sua precisão e por ir direto ao ponto. Ele questiona quais são as nações que têm razões legítimas para se preocupar com as consequências do processo de integração sobre as condições de vida de suas populações. Um dos mais proeminentes e citados economistas políticos da atualidade, Rodrik prega nesta obra medidas como a reorientação dos gastos sociais para proteger os grupos mais atingidos.

Editora Unesp
2014, 162 páginas
R$ 32

Militares e militância
Paulo Ribeiro da Cunha

Doutor em Ciências Sociais (Unicamp) e professor da Unes, Paulo Ribeiro da Cunha faz questões polêmicas em sua obra, como "É realmente bom para a democracia que os militares fiquem longe da política?". Ele defende que se reconheça e legitime a presença histórica da esquerda nas Forças Armadas Brasileiras. Ele analisa o longo período de militância dos militares de esquerda no país, dividindo-o entre a fase da "insurreição" - do fim do século 19, com os "republicanos radicais", até 1945 - e a fase de intervenção dos militares nas grandes causas nacionais, que se estende até 1964.

Editora Unesp
2014, 295 páginas
R$ 40

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.