Paulo Coelho - Caderno 3 - Diário do Nordeste

COLUNA

Paulo Coelho

caderno3@diariodonordeste.com.br

31.08.2014

Circulando na Internet

A seguir, alguns dos e-mails interessantes que me chegaram recentemente. Parece-me que, apesar de muitas críticas de gente que não entende direito para que serve, e apesar do mau uso de alguns, a Internet está permitindo que as pessoas dividam inspiração e sentimentos.

Rui Duarte: o valor do tempo

Para você entender o valor de um ano: Pergunte a um estudante que não passou nos exames finais.

Para você entender o valor de um mês: Pergunte a uma mãe que teve um filho prematuro.

Para você entender o valor de uma semana: Pergunte ao editor de uma revista semanal.

Para você entender o valor de uma hora: Pergunte aos apaixonados que estão esperando o momento do encontro.

Para você entender o valor de um minuto: Pergunte a uma pessoa que perdeu o trem, o ônibus ou avião.

Para você entender o valor de um segundo: Pergunte a alguém que sobreviveu a um acidente.

Para você entender o valor de um milissegundo: Pergunte a um ganhador de uma medalha de prata nas olimpíadas.

Shirlei Fuoco: as coisas

Que aprendi na vida

"Eis algumas das coisas que aprendi na vida":

Que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isto.

Que levam anos para se construir confiança e apenas segundos para destruí-la.

Aprendi que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam.

Que as circunstâncias e o ambiente têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.

Que ou você controla seus atos, ou eles o controlarão.

Aprendi que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as consequências.

Que paciência requer muita prática.

Que existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar isso.

Que algumas vezes a pessoa que você pensa que vai lhe dar o golpe mortal quando você cai, é uma das poucas que lhe ajudam a levantar-se.

Que só porque uma pessoa não o ama como você quer, não significa que ela não o ame com tudo o que pode.

Que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens: seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.

Que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Na maioria das vezes você tem que perdoar a si mesmo.

Que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido; o mundo não para, esperando que você o conserte".

Anônimo: página em

Construção

Deus deixou várias coisas para terminar, de modo que o homem possa exercer suas habilidades.

Deixou a eletricidade na nuvem e o óleo no fundo da terra.

Criou os rios sem pontes, as florestas sem estradas, os campos sem casas.

Deixou as pinturas do lado de fora dos quadros, os sentimentos para serem descritos, as montanhas para serem conquistadas, os problemas para serem resolvidos.

Deus deixou várias coisas para terminar, de modo que o homem possa compartilhar a alegria da criação.

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999