coluna

Mingau Pop: Ceará no Dynamite

00:00 · 17.08.2016

Oito trabalhos da música feita no Ceará estão concorrendo à edição 2016 do prêmio Dynamite. A premiação retorna à cena independente após intervalo de um ano. Os indicados locais são: Cidadão Instigado (Melhor álbum de rock para "Fortaleza"), Fish Magic (Melhor álbum de indie rock para "Songs From The Night Shift"), Plastique Noir (na mesma categoria, com "24 Hours Awake"), Apologia do Gueto (Melhor álbum de rap/hip hop/ black music para "A Vanguarda"), Daniel Groove (Melhor álbum de MPB para "Romance Pra Depois"), Navidon (Revelação), Mambembe (Melhor casa de shows alternativos) e a Tapera das Artes (Melhor produtora ou entidade). Criada pelo produtor cultural André Pomba (SP) em 2002, a premiação recebeu indicações dos próprios artistas interessados, por e-mail e Facebook. A votação é online e está aberta ao público até o próximo dia 10 de setembro, através do site premiodynamite.Com.Br.

Farra das crianças

Desde o último dia 5, está disponível nas plataformas digitais o primeiro disco do grupo Farra dos Brinquedos (RJ). O projeto, formado por expoentes do circuito musical carioca, busca despertar no público infantil o encanto pela música popular brasileira. Com repertório autoral, o CD apresenta uma variedade de ritmos folclóricos brasileiros. O Farra dos Brinquedos reúne Daniela Spielmann (sax e flauta), Marcelo Caldi (sanfona), Nando Duarte (violão de 7 cordas e baixo), Carlos Cesar Motta (bateria), Bebel Nicioli (flauta), Elisa Addor (voz) e Pedro Miranda (voz e percussão). Paralelo ao lançamento em áudio, já está disponível no You Tube o videoclipe da música "Formiguinha".

Cinética

O baiano Lucas Santtana reaparece no cenário da música independente à frente da produção do álbum "Cinética", recém-lançado pela manauara Anne Jezini. A cantora lança nove faixas, marcando memórias musicais e evocando suas raízes. Para dar suporte à produção, Lucas Santtana ajudou Anne a reunir nomes como Fábio Pinczowski, Gui Calzavara e Thiago França (músico do celebrado Metá Metá/SP).

20 anos depois

O guitarrista argentino Victor Biglione lançou, após 20 anos sem lançar material inédito e compondo para o cinema e TV, o álbum "Mercosul". Aos 58 anos, ele é radicado no Brasil há 53 anos. O reflexo da mudança continua presente em seu novo trabalho: no repertório, o músico evoca o maracatu, samba, jazz, em sintonia com a música andina e o tango, dentre outros estilos. O CD traz participação especial de Zé Renato.

Francês cantando o Brasil

O francês Nicola Són chega a Fortaleza e lança, no próximo sábado (20), às 18h, na Aliança Francesa de Fortaleza (R. Catão Mamede, 900, Aldeota), o álbum "Sampathique". É o terceiro disco de uma trilogia dedicada ao Brasil. Mesclando samba-rock, groove, MPB, eletro e afrobeat, Nicola cantará, em francês e português, seu novo repertório, de músicas como "L´Éternité", "Expatrie" e "No Transito". Esta ganhou um clipe gravado nas ruas de São Paulo (SP). No palco, o francês (voz e violão) será acompanhado pelo percussionista cearense Jefferson Portela. "Sampatique" sucede "Parioca" (2011), disco que traz influência do samba carioca, sambalanço e da bossa nova. E "Nord Destin" (2013), este trazendo referências da música nordestina e participações especiais de João Donato e do grupo Casuarina (RJ). O novo trabalho reúne 11 faixas, com produção do paulistano Paulo Lepetit e participações de Zeca Baleiro e Edgar Scandurra. A entrada é franca.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.