COLUNA

Frei Hermínio Bezerra: O sentido das palavras

frei-herminio

Frei Hermínio Bezerra

caderno3@diariodonordeste.com.br

00:00 · 12.03.2018

Na coluna de hoje destaco: ladrão; lagoa; lai-vai; lambada, com seus vários sentidos; lambança; lambedeira; lambedor; lambeiragem; lambe-lambe e lambe-sujo.

Ladrão - adj. Termo usado popularmente no sertão referindo-se ao animal, como o boi, o bode, o porco..., que tem o hábito de romper ou saltar cercas, invadir roças para devastar plantações. O sertanejo diz: "Um boi ladrão entrou na roça de milho". Termo correlato: ladroice, ladroeira, negócio desonesto ou traficância. Uma quadra popular, de um repentista paraibano diz: "O negócio e a traficância / Nasceram no mesmo dia: / O negócio inda nem andava, / Já a traficância corria" (Cf. Leonardo Mota, "Sertão Alegre", Ed. Imprensa Universitária do Ceará, 1965, pág. 85).

Lagoa - s. F. Do latim lacuna = laguna, lagoa. O sertanejo chama de lagoa não apenas uma porção de água acumulada em terreno baixo, mas também um disco ou um círculo luminoso que se forma em torno da lua e também do sol, que ele considera um sinal ou prenúncio de chuva. A nossa Rachel de Queiroz usou a palavra: "Eh! A lua limpa sem lagoa! Chove não!..." ("O Quinze", Livraria José Olímpio, 1948, p. 7).

Lai-vai! - Int. Expressão usada para demonstrar surpresa, certo aborrecimento, decepção ou enfado com algo, ou com uma atitude que não se esperava de alguém. Corresponde às expressões: Lá vem mais essa! Ainda mais essa! E expressões semelhantes. Há outra expressão com o mesmo sentido: "Lai-vem!". Como em: Lai-vem você com suas manias!

Lambada - s. F. Designa a pancada com objeto flexível, podendo ser açoite, chicotada, no sertão usa-se muito "lapada", que pode ser com: chicote, chiqueirador, peia (de pear cavalos), cipó... Pelo menos em alguns lugares, pode ser a dose de aguardente tomada de uma só vez, chamada: talagada, lapada, lambada. Além desses sentidos, na década de 1970, surgiu em Belém do Pará, uma dança, com coreografia imitando "lapadas", chamada lambada. Ela tem influência de ritmos do Caribe, sobretudo, da salsa e do merengue.

Lambança - s. F. É provável que este termo popular se origine do castelhano "alabanza" = elogio, lisonja. Essa palavra é usada em dois sentidos bem próximos: a) fanfarronice, gabolice, bazófia jactância... B) arruaça, confusão, importunação, engodo, invencionice. Cognato: lambanceiro, que tanto pode ser falador, fobista, como arruaceiro. Um personagem da escritora Rachel de Queiróz diz: "A coisa que eu tenho mais abuso no mundo é de gente lambanceira" (João Miguel).

Lambedeira - s. F. A partir do verbo lamber, passar a língua sobre algo. O termo tem dois sentidos: a) sequência de lambedelas ou o lamber constante; b) faca de lâmina longa e estreita, semelhante a um punhal, usada por criminosos e cangaceiros. A referência parece ser pelo fato de que ela penetra com muita facilidade num corpo, como se apenas desse uma lambida. Essa faca tem apelidos: parnaíba, pernambucana... Leonardo Mota cita-a em seu livro "Violeiros do Norte".

Lambedor - s. M. Designa uma meizinha caseira que tem várias receitas e propriedades. É uma espécie de xarope com limão, mel, raízes... Outros são feitos com maracujá e aguardente. Pretende curar: tosse, males estomacais... Pode conter açafrão, gengibre, cumaru, mussambê e outros vegetais.

Lambeiragem - s. F. Termo usado entre os sertanejos para indicar, resto, restante, pouca coisa que sobrou. A relação simbólica com lamber é que significa tão pouco que pode ser absorvido com uma lambida. Este termo está relacionado com lambugem, que veremos proximamente.

Lambe-lambe - s. M. Designação comum em vários estados do Nordeste dos antigos fotógrafos ambulantes que ficavam postados em praças, jardins públicos, nas imediações de mercados..., esperando clientes ocasionais. Essa profissão, eu creio, não chegou ao ano 2000. Ou será que ainda resiste? No ano de 1970, em Salvador (BA), havia uma colega do Curso de Psicologia que queria ser muito chique. Então, as colegas gratificaram um lambe-lambe da Praça da Piedade para pôr uma foto 3x4, dela, exposta na caixa do aparelho. Convidaram a distinta a ir a uma livraria da Av. Sete e, passando pela praça, simularam pedir informação ao lambe-lambe; ela viu sua foto ali exposta e ficou contrariada, mas entendeu que fora uma armação das colegas.

Lamber - vb. Do latim lambere = lamber, passar a língua. Mas esse termo simples tem usos correlatos como: a) triscar, quase encostar, na linguagem dos narradores de futebol: "A bola passou lambendo o travessão"; b) ganhar, quando alguém diz: "naquela transação eu lambi R$ 500".

Lambe-sujo - Essa expressão designa um antigo folguedo popular de Alagoas e Sergipe, sobretudo, pelo menos até 1955. Essa diversão era baseada em episódios da destruição dos quilombos, feita pelos Capitães-do-mato, muitos deles portadores de sangue indígena que chefiavam seus guerreiros mamelucos. Trata-se de uma sobrevivência do fato histórico da destruição dos Quilombos, sobretudo o de Palmares. A data desta celebração folclórica era 24 de outubro (Cf. Câmara Cascudo, "Dicionário do Folclore", 1954, p. 346).

Lambição - s.F. A partir de uma rara forma latina: lambi, lambitum = lambido, esfregado de língua. O termo latino foi usado por: Cícero, Horácio, Juvenal e Virgílio (Cf. Gaffiot, 1934, p. 884). No sentido popular, é comumente usado para indicar adulação, bajulação, puxa-saquismo...

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.