coluna

Frei Hermínio Bezerra: O sentido das palavras

frei-herminio

Frei Hermínio Bezerra

caderno3@diariodonordeste.com.br

00:00 · 09.10.2017

Na coluna de hoje destaco: folgado; formiga; fornecimento; fornido; forró, de origem controversa; fraco; franciscana, subentendido pobreza; frangote; frege; frechado; frescura; friagem; fricote; frieira.

Folgado - adj. Que tem grande folga, alargado, frouxo. É usado em outros sentidos: a) ousado, atrevido, enxerido... B) uma peça não bem ajustada, numa engrenagem está folgada.

Fora - adv. Indica o contrário de dentro, do lado externo. Mas na linguagem popular esta palavra é usada em vários sentidos, sobretudo em expressões, como: dar o fora; levar um fora; de fora a fora; estar por fora; cair fora; jogar fora... E outras.

Formiga - s. F. Do latim formica = formiga. Os viajantes e exploradores estrangeiros sempre falaram de nossas muitas formigas. O VOLP traz 83 tipos. O capuchinho Frei Ivo d'Evreux, escrevendo no Maranhão, aonde chegou em 1612, relata uma caçada de formigas tanajuras: "Caçam os selvagens somente as formigas grossas abala-se uma aldeia inteira de homens, mulheres, rapazes e raparigas. A primeira vez que vi esta caçada, não sabia o que era, e nem aonde ia tão apressada gente, deixando suas casas para correr após as formigas voadoras, as quais agarram, metem-nas numa cabaça, tiram-lhes as asas para fritá-las e comê-las" (Viagem ao Norte do Brasil). No sertão ainda ouve-se "frumiga", por formiga.

Formigar - vb. Este verbo forma-se a partir de formiga. Formigar é coçar, ter prurido. Tem a ver com faniquito e com farnesim. A relação com formiga é meramente figurativa.

Fornecimento - s. M. Armazém com cereais e gêneros de primeira necessidade, incluindo certos medicamentos, tecidos e utensílios, estabelecido nas imediações de obras federais como estradas, barragens, pontes para fornecer aos trabalhadores o que eles precisam, através de vales, que serão descontados no pagamento. O grande escritor português Ferreira de Castro, que viveu na Amazônia, descreve em "A Selva" (1930), como o seringueiro torna-se escravo de seu patrão, dono do "fornecimento", o único estabelecimento na selva, onde ele pode comprar algo.

Fornido - adj. Termo frequente no sertão para dizer: carnudo, cheio de corpo, roliço, gordo. O matuto diz: "Aquele menino era franzino, mas agora está bem fornido".

Forró - s. M. Um tipo de festa dançante com samba e outras músicas. Segundo alguns, do inglês, a partir da expressão "for all", = para todos. Mas muitos etimologistas não aceitam essa hipótese. O termo, no popular, designa uma festa chinfrim, com várias denominações: bate-coxas, arrasta-chinelos, arrasta-pé, levanta-poeira.

Fraco - s. M. É o contrário de forte, significa debilitado. Mas na linguagem popular ele adquiriu vários sentidos correlatos: a) fraco no sabor ou no gosto; b) fraco numa tendência ou habilidade; c) fraco no interesse por algo; d) fraco na simpatia ou no amor; e) fraco do juízo.

Franciscana - adj. Na expressão: Estou na franciscana = sem dinheiro, quebrado. Subentendido "pobreza" franciscana. Ao grande repentista João Martins de Ataíde, atribui-se a quadra: "De romance tem o nome. / quem diz assim não engana / fi-lo para oferecer à mulher alagoana, / pedindo que me proteja / que estou na franciscana".

Franga - s. F. Diz-se franga, referindo-se à fêmea de certas aves, antes de começar a pôr ovos. Franga de galinha, de capota, de jacu, de perua, de urubu. Às vezes diz-se de uma moçoila.

Frangote - s. M. Termo usado no interior para designar o rapazola, assim como frangota para indicar a mocinha. José Américo de Almeida escreveu: "Eu era frangote e doido por uma estripulia" (A Bagaceira).

Frege - s. M. Palavra de uso frequente no interior com alguns sentidos afins. Tanto pode ser usada no sentido de confusão, como de festa improvisada, desorganizada, em que, com facilidade surge discussão, ruge-ruge. É usada também no sentido de restaurante de baixa categoria, onde há certa agitação.

Frechado - adj. Este termo no sertão é usado para indicar alguém azarado, sem sorte, que tem um caipora ou má sorte. Curiosidade: O verbo no infinitivo frechar, significa: precipitar-se sobre, correr em direção a algo.

Frescura - s. F. Na linguagem popular este é um termo bastante usado e polissêmico. Eis os sentidos indicados ao acaso, pois eu não arrisco estabelecer uma ordem: a) modos e/ou gestos efeminados ou pedantes; b) falta de coragem, acomodação, esquivas ou desculpas fracas; c) chilique nervoso, por pouco mais ou nada, inquietação sem motivo justo ou real.

Friagem - s. F. É a denominação que se dá a um frio passageiro que ocorre em certas épocas do ano, em geral acompanhada de um vento que aumenta mais a sensação de frio. Às vezes este termo é empregado no sentido de chilique frescura, faniquito.

Fricote - adj. O termo é bastante usado para dizer: denguice, espevitação, faniquito, frescura, manha, ou algo como atitude infantil e imatura, bem como, reclamação sem motivo e sem sentido.

Frieira - s. F. Denomina uma doença parasitária que ataca os pés, causando rachaduras entres os dedos e uma coceira muito incômoda. Tem certa incidência no interior entre pessoas que andam descalças pisando em lama e em terrenos insalubres.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.