coluna

Contraplano por Diego Benevides: Intercâmbio jovem

Contraplano

diego.benevides@diariodonordeste.com.br • Coluna focada no melhor do cinema brasileiro e mundial

00:00 · 19.11.2016 / atualizado às 13:25 · 12.12.2016

Já vi gente usando a alcunha "filme de escola" para reduzir uma produção audiovisual a um patamar ruim. Acontece que, nos últimos anos, com a expansão dos cursos de graduação, extensão e técnicos em audiovisual pelo Ceará e pelo Brasil, os jovens realizadores produzem em uma proporção maior, com maior preocupação técnica e ousando nas formas de contar uma história. Filme ruim tem em qualquer lugar, seja no cinema profissional ou no universitário.

>Viagem de volta ao universo bruxo 

>Três pode ser um número mágico 

Há 15 anos, o Festival Noia abre as portas e empresta suas telas para os jovens realizadores brasileiros. Esse ano, o evento retoma também as mostras de fotografia e bandas universitárias, com o objetivo de fazer da Caixa Cultural Fortaleza um grande centro de intercâmbio cultural nas mais diversas linguagens. Toda a programação do Noia é gratuita e está marcada para acontecer entre os dias 22 e 27 de novembro. Realizadores de fora do Estado se encontrarão com os artistas locais para dialogar sobre suas produções. É uma troca que, acima de tudo, aponta para os nomes promissores que, em um futuro não muito distante, serão facilmente reconhecidos como bons profissionais do cinema.

Image-0-Artigo-2161385-1

"Antes da Encanteria" integra a mostra competitiva brasileira de curtas universitários do Festival Noia

Bilheterias

Image-1-Artigo-2161385-1

Com apenas duas semanas em cartaz, "Doutor Estranho" lidera com folga as bilheterias nacionais, com uma renda acumulada de R$45 milhões, referente ao fim de semana passado, de acordo com o Filme B. Em décimo lugar está a comédia "O Shaolin do Sertão", de Halder Gomes, que bateu os 500 mil espectadores de "Cine Holliúdy" após cinco semanas e arrecadou R$6,5 milhões. A comédia superou o orçamento de produção, estimado em R$4 milhões, mas está longe do sucesso comercial de "Tô Ryca" e "É Fada", que já passaram dos R$14 milhões e R$20 milhões, respectivamente. Pré-indicado brasileiro ao Oscar, o drama familiar "Pequeno Segredo" movimentou apenas 55 mil espectadores, sem alcançar o primeiro milhão faturado na semana de estreia.

Parceria

O cineasta David O. Russell, diretor de filmes como "O Lado Bom da Vida" e "Trapaça", codirigiu um curta-metragem em parceria com a estilista Miuccia Prada intitulado "Past Forward", um filme multiplataforma que já está disponível no site da Prada. O projeto ambicioso mostra atores repetindo cenas e movimentos em uma lógica narrativa pouco convencional. Participam do filme Freida Pinto, John Krasinski, Sacha Baron Cohen, Paula Patton, entre outros.

Bolshoi

A rede UCI Cinemas segue com a exibição exclusiva de espetáculos do Ballet Bolshoi. Neste fim de semana, é a vez de "A Era de Ouro", que será exibido em alta definição. A história se passa em uma cidade à beira-mar, onde comércio e máfia estão ganhando espaço cada vez maior. O jovem Boris se apaixona por Rita, dançarina de um cabaré local e namorada de um gângster conhecido na região. Além de Fortaleza, outras 10 cidades recebem o espetáculo simultaneamente.

Prêmio da crítica

Image-2-Artigo-2161385-1

Premiação A Associação Cearense de Críticos de Cinema (Aceccine) concedeu os prêmios da crítica ao melhor curta e longa brasileiro do 10º For Rainbow, que terminou na última quinta-feira (17). O reconhecimento entre os longas ficou com o drama indígena "Antes o Tempo Não Acabava" (foto), de Sérgio Andrade e Fábio Baldo, "por provocar uma reflexão corajosa sobre as tradições culturais através de um personagem que questiona o seu lugar no mundo". Entre os curtas-metragens, a melhor ficou com o cearense "Cinemão", de Mozart Freire, "pelo modo ao mesmo tempo investigativo e aproximador sobre o desejo e a sedução da imagem e pela reflexão acerca da decadência do próprio cinema".

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.